Black Friday Ubannet

26/12/2017 às 04h44m - Atualizado em 26/12/2017 às 05h50m

Pai é acusado de estuprar as três filhas em Limoeiro; uma está grávida

A menina, de 12 anos, está grávida de dois meses.Uma das irmãs da vítima relatou ser abusada desde os 8 anos de idade

estupro_2
Informações: JC Online

Um homem de 53 anos, suspeito de abusar sexualmente de três das suas quatro filhas, foi preso na manhã desta segunda-feira (25) em Cedro, na Zona Rural de Limoeiro, Agreste de Pernambuco. O crime foi denunciado após umas das filhas, de apenas 12 anos, engravidar do próprio pai.

Em depoimento à Polícia Civil, a menina que está grávida relatou ser abusada pelo pai desde os 11 anos de idade, e que, até então era virgem. O caso foi denunciado acerca de dois meses, quando a irmã mais velha da vítima, de 22 anos, foi com a menina até a delegacia do município para denunciar o caso. A jovem alegou que não aguentava mais aquela situação e disse que também foi abusada pelo pai dos 8 aos 15 anos de idade. Para fugir dos abusos, a garota foi morar com parentes. Uma terceira filha do suspeito, hoje maior de idade, também também ter sido estuprada pelo pai, mas hoje não mora mais com ele.

De acordo com o delegado Paulo Gustavo Gondim, da Delegacia de Polícia da 115ª Circunscrição de Limoeiro, atualmente, a menina morava com o pai, a mãe e uma irmã mais nova, de 6 anos de idade. A criança mais nova seria a única das filhas que não teria sido molestada. A mãe das vítimas é agricultora e o suspeito aproveitava os momentos em que ficava sozinho com alguma das filhas para cometer os abusos.

Segundo a polícia, mãe das meninas afirmou não ter conhecimento dos abusos e a guarda das filhas permanecerá com ela até o inquérito ser concluído. Caso a participação nos crimes seja confirmada, as meninas serão encaminhadas para o Conselho Tutelar, que tomará as devidas providências.

Ainda de acordo com o delegado, a menina de 12 anos foi submetida ao exame sexológico no Instituto de Medicina Legal (IML) de Limoeiro, que comprovou o estupro e a gravidez de dois meses. Em seguida, ela foi levada para o para o IMIP para tomar o coquetel contra doenças sexualmente transmissíveis.

O pai das vítimas confessou o crime e foi encaminhado para o Presídio de Limoeiro. Pelo crime de estupro de vulnerável, o homem pode cumprir pena de 8 a 15 anos de prisão. Outro inquérito será aberto para apurar o estupro das duas outras filhas.As investigações foram conduzidas pela Delegada Maria Betânia, da Delegacia de Limoeiro.

Comentários

Outras notícias