26/12/2016 às 10h56m

Mulher é presa por golpe em loja, horas após deixar cadeia usando tornozeleira

Fisioterapeuta estava em regime semiaberto e ganhou permissão para passar o fim de ano em casa. Ela usou cheque de outra pessoa e gastou R$ 6.538.

Policiais civis prenderam, na noite da última quinta-feira (22), uma mulher suspeita de estelionato e falsidade ideológica. A fisioterapeuta de 37 anos responde a 24 processos criminais e havia sido condenada pelos mesmos tipo de crimes. Usando tornozeleira eletrônica, ela aproveitou a saída temporária para as festa de fim de ano e, horas depois de deixar a unidade prisional, tentou aplicar um golpe em uma loja de roupas na Zona Norte do Recife.

A captura foi feita por policiais da delegacia do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. De acordo com a Polícia Civil, ela tem 22 processos em Pernambuco e dois na Bahia. A suspeita saiu da cadeia na quinta-feira e deveria retornar na sexta (30).

A mulher entrou na loja e se apresentou como esposa de um médico. Com um cheque de outra pessoa, conseguiu fazer compras no valor de R$ 6.538. Depois que a mulher deixou o estabelecimento, no bairro do Espinheiro, o dono da loja percebeu que tinha sido vítima do golpe.

Ele acionou a polícia, que localizou a suspeita e efetuou a prisão. A mulher já estava em outra loja, onde pretendia aplicar outro golpe. A fisioterapeuta foi autuada e será levada para a audiência de custódia.

As informações são do G1 PE

Comentários

Outras notícias