Black Friday Ubannet

21/12/2015 às 04h37m - Atualizado em 17/01/2019 às 12h46m

Vereador e representantes da Compesa visitam canal de irrigação que pode transpor água do Capibaribe Mirim ao rio Tiúma

Caso a ideia sugerida pelo vereador Paulinho de Genésio seja aprovada, a transposição poderá levar 30 mil litros de água por mês para a barragem de Tiúma.

Preocupado com problemas no abastecimento de água na cidade devido as poucas chuvas na região nos últimos anos, o vereador Paulinho de Genésio apresentou no dia 11 deste mês, um requerimento na Câmara Municipal, onde o mesmo solicita ao gestor do município estudos para a possível viabilização de um antigo canal no Capibaribe Mirim. Atendendo convite do parlamentar, o prefeito Júnior Rodrigues e os secretários Aryosvaldo Brandão (Obras) e Carlos Menezes (Comércio, Agricultura e Pecuária) foram conhecer o local.

E na quinta-feira (17), o vereador Paulinho de Genésio convidou o engenheiro da Compesa, Marcílio Lisboa, o coordenador Regional de Timbaúba, Hermes Costa, e o gerente de Negócios da Compesa, Denis Fernando Mendes, para conhecer de perto o antigo canal que era utilizado para irrigação, e que segundo o parlamentar poderá ser usado para fazer a transposição da água do Capibaribe Mirim para o rio Tiuma e assim aumentar o volume d’água na barragem.

Este canal tem aproximadamente um quilometro de comprimento e está localizado na Fazenda Jardim, próximo a barragem do Tiúma. Era utilizado pelo proprietário da fazenda para irrigar os coqueiros há alguns anos. O interessante é que a água se desloca por gravidade sem a necessidade de bombas, após estudos topográficos preliminares feitos no local pelo engenheiro Marcílio Lisboa, foi constatado que onde é feito a capitação da água no rio Capibaribe Mirim está 15 metros mais alto que o nível da barragem.

Por isto a custo barato, caso a ideia sugerida pelo vereador Paulinho de Genésio de reativar o antigo canal seja aprovada, poderá levar até 30.000 litros de água por mês para a barragem aumentado o volume. Os representantes regionais da Compesa prometeram levar a ideia a direção geral, e segundo eles existe a possibilidade de o projeto ser aprovado, pois o rio Capibaribe Mirim é perene, e sua vazão é suficiente para transpor parte do precioso líquido para Tiúma


Por Reginaldo Silva da equipe do Timbaúba Agora

Comentários

Outras notícias