Black Friday Ubannet

21/12/2015 às 03h04m

Chefe de organização criminosa é preso em Ribeirão, Mata Sul do Estado

Gilberto José da Silva, conhecido como Beto Angolano, de 34 anos, é integrante do PCC e planejava arrombar os caixas de um banco localizados na Prefeitura da cidade.

Uma operação do BEPI com agentes da Polícia Civil prendeu o líder da organização criminosa no município de Ribeirão, Mata Sul do Estado. Gilberto José da Silva, conhecido como Beto Angolano, de 34 anos, é integrante do PCC e planejava arrombar os caixas de um banco localizados na Prefeitura da cidade.

O efetivo do BEPI montou um bloqueio próximo à prefeitura, momento em que Beto Angolano veio fazer o reconhecimento da área no veículo Golf, de cor branca e Placa PEK 4675, e se deparou com os agentes.

Houve troca de tiros entre o criminoso e a polícia. Um dos disparos atingiu a companheira de Beto, Laudiene Rodrigues de Lima, 21 anos. Ela foi socorrido para o hospital e não corre risco de vida. Um agente da Polícia Civil de Ribeirão foi ferido por estilhaços.

Beto Angolano foi conduzido para a delegacia do município e, em seguida, para a delegacia de plantão de Palmares. Ele foi autuado em fragrante por tentativa de homicídio qualificado. Já a companheira foi autuada por receptação e adulteração de documentos e está sob custódia no Hospital Regional de Palmares. O chefe da organização foi levado para o Presídio Professor Rorenildo da Rocha Leão, em Palmares.

Além disso, vários materias foram apreendidos com Beto Angolano. Todos foram levado para a delegacia de Ribeirão. Com ele foram encontrados R$ 170 em espécie; cinco euros; 100 pesos argentinos; uma camisa da PMPE branca com o nome do SD MALQUIAS.; um par de Coturnos; uma Pistola Taurus, cal 380 com 09 munições intactas; uma Espingarda cal 36, nº MCCRU 26142; dois Cilindros de gás para maçarico; três Computadores; uma Moto Honda sem placa; duas Furadeiras; duas Makitas; uma Esmelilhadeira; três Toca CDs; uma Bomba d’água; uma Caixa de som; um Roteador Comando; um GPS; seis relógios; 11 Celulares; quatro vales refeições; e várias peças de carros.


Da Folha PE

Comentários

Outras notícias