Black Friday Ubannet

18/12/2015 às 20h52m

Polícia Rodoviária Federal inicia campanha integrada para diminuir acidentes nas estradas até o carnaval

A quinta edição da Operação Integrada Rodovida segue até o dia 14 de fevereiro

Órgãos de trânsito da união, do estado e dos municípios se uniram sob a coordenação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) com o objetivo de prevenir acidentes nas estradas e vias urbanas de Pernambuco. A quinta edição da Operação Integrada Rodovida segue até o dia 14 de fevereiro e é realizada durante os períodos de fim de ano, férias escolares e carnaval, época em que aumenta o fluxo de carros e passageiros nas rodovias brasileiras.

A meta da operação é reduzir em 15% o número de mortos e feridos em decorrência dos acidentes de trânsito no estado. No ano passado, 1.203 acidentes foram registrados nas BRs neste mesmo período, com 101 mortes. Cristiano Mendonça, assessor de comunicação da PRF, detalha como a integração com os outros órgãos, a exemplo do Detran e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), vai funcionar. “Esse trabalho ocorre através de fiscalizações simultâneas, ou seja, ao mesmo tempo que acontece uma fiscalização numa rodovia federal, também temos um ponto numa rodovia estadual e também dentro da cidade. Isso evita que o motorista alcoolizado fuja de um ponto, pois vai ser abordado em outro”.

Um mapa com os locais de maior probabilidade para acidentes foi montado e é justamente nesses pontos que a operação deve concentrar as atividades com ações educativas, fiscalização dos documentos e testes do bafômetro. O coordenador operacional da Operação Lei Seca em Pernambuco, Major Reginaldo Pereira, assegura que as autuações por alcoolemia devem aumentar.

Pela primeira vez a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) participa da operação. Toda a estrutura da polícia rodoviária, com helicópteros, viaturas e moto patrulhas, vai ser usada na Operação Rodovida. A Operação Rodovida integra o pacto nacional pela redução de acidentes, criado em 2011 pela organização das Nações Unidas (ONU).


As informações são da Rádio Jornal
Foto: Clarissa Siqueira

Comentários

Outras notícias