GB Bateiras

16/12/2016 às 22h26m - Atualizado em 20/12/2016 às 09h29m

Justiça Eleitoral reprova contas de Ulisses Felinto e Timbaúba pode ter novas eleições

De acordo com Dr. André Rafael de Paula Batista Elihimas, Juiz da 36ª Zona Eleitoral, Ulisses Felinto descumpriu pelo menos oito artigos da legislação.

O prefeito eleito de Timbaúba, Ulisses Felinto (PSDB), teve as contas reprovadas pela Justiça Eleitoral, que pode determinar a realização de novas eleições na cidade.

Isto porque sem as contas devidamente aprovadas, a candidatura dele é impugnada pela Justiça. A decisão, assinada pelo Juiz da 36ª Zona Eleitoral, André Rafael de Paula Batista Elihimas, foi publicada no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na tarde desta sexta-feira, 16 de dezembro.

Ao analisar as contas de Ulisses Felinto, o juiz identificou diversas irregularidades. Entre elas, a arrecadação de recursos antes da abertura de conta bancária, recebimento de dinheiro sem origem identificada e suspeita de caixa dois, já que o valor das sobras de campanha não bate com os montantes depositados. Ulisses Felinto descumpriu pelo menos oito artigos da legislação.

"Diante do exposto e das improbidades e irregularidades acima relacionadas que, em seu conjunto, comprometem, de forma absoluta, a lisura das contas analisadas, julgo desaprovadas as contas de Ulisses Felinto Filho", afirmou o juiz na sentença.

O caso será levado ao pleno do TRE nos próximos dias, que vai decidir sobre o futuro do processo eleitoral em Timbaúba. (Sentença proferida em 15/12/2016, Nº 17459)

Clique para baixar o arquivo com a decisão do Juiz Eleitoral, Dr. André Rafael de Paula Batista Elihimas, da 36ª Zona Eleitoral de Timbaúba

Comentários

Outras notícias