Black Friday Ubannet

13/12/2017 às 18h34m - Atualizado em 13/12/2017 às 18h37m

Rede estadual de ensino terá 1.211 novas vagas em escolas integrais

Secretaria de Educação de Pernambuco anunciou a implantação de 20 escolas integrais, sendo três técnicas

mochila_escolar

Mais estudantes terão a chance de cursar o ensino médio no modelo integral oferecido pela rede do Estado. Com a implantação de 20 novas escolas integrais, anunciadas segunda-feira (11), a Secretaria de Educação de Pernambuco vai criar, para o próximo ano letivo, 1.211 vagas para jovens que farão o 1º ano. Dessas, 520 vagas serão para três unidades que se tornarão escolas técnicas. Atualmente, a rede conta com 372 colégios integrais (entre regulares e técnicos) e cerca de 200 mil alunos que cursam os dois turnos.

As matrículas para as novas escolas integrais seguem o cronograma já anunciado pela secretaria – começaram em 16 de novembro e terminarão dia 30, exclusivamente pela internet clicando aqui. Das 691 vagas, 256 já foram ocupadas. Restam 435. Para as três unidades que passarão a ser técnicas – Porto Digital, no Recife; José Joaquim da Silva Filho, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata; e Maria Emília Cantarelli, em Belém de São Francisco, no Sertão, haverá processo seletivo, totalizando 520 vagas.

A promessa é realizar a seleção ainda este mês. Segundo o secretário de Educação de Pernambuco, Frederico Amancio, as inscrições devem começar segunda-feira. A Porto Digital, que funciona no Bairro do Recife, Centro da capital, terá 160 vagas e dois cursos técnicos, voltados para desenvolvimento de sistemas e design. As outras duas novas escolas técnicas contarão, cada, com 180 vagas. Em Vitória os cursos focarão as áreas de negócios e tecnologia. Em Belém, serão de agroecologia e administração.

“Consideramos a demanda dos jovens por formação técnica. Por isso, decidimos transformar três escolas de referência em técnicas. A definição dos cursos levou em conta as necessidades do mercado”, destacou Frederico Amancio. Hoje o Estado tem 38 colégios técnicos. “Na Escola Porto Digital, por exemplo, haverá parceria com o Cesar School e o Porto Digital. A proximidade física vai permitir que os alunos utilizem laboratórios dessas entidades”, observa o secretário.

Na Porto Digital estudam 358 alunos. “Temos ótimos professores. O ensino é muito bom”, garante Davi Albuquerque, 17 anos, concluinte do ensino médio. “A diversificação das atividades, o acolhimento dos professores e o contato com os colegas são diferenciais”, afirma Juan Ramos, 17. Eles sugerem que haja melhorias na infraestrutura. O calor das salas de aula é uma das queixas. Das 12 salas, só cinco têm ar-condicionado. Segundo o gestor Marcos Moraes, o problema será resolvido. Frederico Amancio assegurou que haverá investimentos em todas as novas escolas.

JORNADA DUPLA

Outra novidade anunciada ontem foi a adoção da jornada dupla. Na maioria das unidades de ensino integral de Pernambuco, os estudantes têm 45 horas de aulas semanais, o que significa atividades das 7h30 até 17h, de segunda a sexta-feira. Para possibilitar aos jovens que desejam trabalhar em um turno, o Estado vai ampliar um outro formato, adotado desde o ano passado, com 35 horas semanais.

As Escolas Pintor Manoel Bandeira, em Bairro Novo, Olinda; e a Alberto Torres, em Tejipió, Zona Oeste do Recife, terão dois turnos. Um grupo estudará das 7h às 14h e outro, das 14h30 às 20h40. Apenas o colégio de Olinda dispõe de vagas. Havia 76 disponíveis até as 16h de ontem.

AS NOVAS UNIDADES

Escolas que serão transformadas em técnicas (O INGRESSO É POR SELEÇÃO)
Erem Porto Digital – Recife
Erem José Joaquim da Silva Filho – Vitória de Santo Antão
Erem Maria Emília Cantarelli – Belém do São Francisco

Escolas que passarão a ser integrais com turnos das 7h às 14h ou das 14h30 às 20h40 
Escola Pintor Manoel Bandeira – Olinda
Escola Alberto Torres – Recife

Escolas que serão integrais - As que tiverem um * é porque ainda dispõem de vagas para novatos

Escola Pompeia Campos – Recife
Escola Vidal de Negreiros* – Recife
EREM Ginásio Pernambucano (unidade Cruz Cabugá) – Recife
Escola Guedes Alcoforado* – Olinda
Escola Saturnino de Brito – Jaboatão dos Guararapes
Escola Maria do Céu Bandeira – Moreno
Escola Costa Azevedo* – Catende
Escola Creusa de Freitas Cavalcanti* – Macaparana
Escola Professor Vicente Monteiro – Caruaru
Escola Professora Jandira de Andrade Lima* – Limoeiro
Erem Manoel Gonçalves de Lima – Cumaru
Escola Solidonio Leite* – Serra Talhada
Escola Estadual Pau Brasil – Santa Maria da Boa Vista
Escola João de Deus – Petrolina
Escola Estadual São Gonçalo – Petrolina

Do JC Oline

Comentários

Outras notícias