Black Friday Ubannet

12/12/2017 às 13h52m - Atualizado em 13/12/2017 às 08h02m

Ministros e ex-ministros estão sendo investigado por levarem parentes, amigos em voos oficiais em aviões da FAB

Serão investigados os ex-ministros Bruno Araújo e Antonio Imbassahy. E os atuais ministros Helder Barbalho, Gilberto Kassab, Sarney Filho, Dyogo Oliveira e Maurício Quintela.

aviao-forca_aerea_brasileira_fab

A Comissão de Ética Pública (CEP) da Presidência da República abriu processo para investigar o uso indevido de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) por cinco ministros e dois ex-ministros. Eles serão investigados por levarem parentes, amigos e até mesmo empresários em voos oficiais. O processo foi aberto com base na publicação de uma matéria no jornal Folha de S.Paulo.

Serão investigados os ministros Helder Barbalho (Integração Nacional); Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Comunicações); Sarney Filho (Meio Ambiente); Dyogo Oliveira (Planejamento, Desenvolvimento e Gestão) e Maurício Quintela (Transportes, Portos e Aviação Civil). E os ex-ministros Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Bruno Araújo (Cidades).

“A comissão entendeu que é imperativo requerer esclarecimentos a essas autoridades. Que haja a devida justificativa, se houver, do uso dessas aeronaves e a presença dessas pessoas estranhas aos órgãos públicos nas viagens”, disse o presidente da CEP, Mauro Menezes.

Da Agência Brasil

Comentários

Outras notícias