Black Friday Ubannet

12/12/2017 às 13h40m - Atualizado em 13/12/2017 às 03h47m

Estudante de odontologia é preso com cocaína no Aeroporto do Recife

Suspeito foi preso em flagrante portando 2,7 kg de cocaína, que estavam escondidos num fundo falso da mala que portava

cocaina_aeroporto
Do JC Online

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Federal na madrugada desta segunda-feira (11) com 2,7 kg de cocaína no Aeroporto do Recife. O estudante de odontologia Raduy Levi Lemos, de 31 anos, escondia a droga em sua mala e estaria embarcando em um voo para Lisboa, Portugal.

A investida da PF aconteceu por volta de 1h, durante fiscalização de rotina no aeroporto, feita para reprimir o tráfico internacional de entorpecentes. Os agentes perceberam, através de observação visual, um passageiro que mostrava inquietação e nervosismo. O envolvido, assim que detido, foi submetido a uma entrevista prévia, na qual, segundo a PF, o homem entrou em diversas contradições sobre o motivo da viagem e hotel que se hospedaria no país europeu.

Durante a entrevista, Raduy, que mora em Campo Comprido, Paraná, relatou ter conhecido uma pessoa em Curitiba, capital paranaense, que lhe propôs levar a droga do Recife até Portugal. Assim que chegasse em Lisboa, receberia R$ 20 mil pelo serviço. O envolvido afirmou ter aceitado a proposta por causa de problemas financeiros.

Em seguida, os agentes revistaram a mala do suspeito e, após descobrirem um fundo falso, acharam um estojo retangular que continha 2,7kg e uma substância em pó que, após exame narco teste, foi identificada como cocaína. Além da droga também, foram apreendidos cartão de embarque, passaporte, um aparelho celular e 1.600 euros.

O suspeito recebeu voz de prisão e foi mandado para a sede da Polícia Federal, no Cais do Apolo, onde foi autuado pelo crime de tráfico internacional de entorpecentes. Caso condenado, pegará entre cinco a 20 anos de reclusão. Ao passar pela audiência de custódia, na tarde do mesmo dia (11), foi confirmada sua prisão preventiva. Por ser homem transgênero e possuir órgão genital feminino, Raduy expressou o desejo de ser custodiado na Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, em vez de ir ao Cotel.

Comentários

Outras notícias