GB Bateiras

10/12/2016 às 10h31m

Forças Armadas enviarão 3.500 militares para segurança de Pernambuco

O decreto de Garantia de Lei e Ordem (GLO), que autoriza a intervenção, foi assinado na tarde desta sexta-feira (9) por Michel Temer, atendendo ao pedido do governador Paulo Câmara

Foto: Guga Matos

A pedido do Governo de Pernambuco, as Forças Armadas foram autorizadas pelo presidente da República, Michel Temer, a intervir na segurança do Estado caso seja necessário. Ao todo, 3.500 militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica estão a postos para o caso da deflagração de greve pelos policiais militares e bombeiros.

Para acompanhar de perto a possível atuação das Forças Armadas em Pernambuco, chega ao Recife, no início da tarde deste sábado (10), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, que vem acompanhado do chefe do Estado Maior do conjunto das Forças Armadas, o almirante Ademir Sobrinho.

O decreto de Garantia de Lei e Ordem (GLO), que autoriza a intervenção, foi assinado na tarde desta sexta-feira (9) por Michel Temer, atendendo ao pedido do governador Paulo Câmara de disponibilização das Forças Armadas caso a Polícia Militar de Pernambuco entre em greve.

Uma coletiva de imprensa será realizada nesse sábado, às 10h, no quartel-general do Comando Militar do Nordeste, no Curado, com representantes das Forças Armadas e do Governo do Estado para explicar como deve funcionar a operação, designada Leão do Norte, em Pernambuco.

Comentários

Outras notícias