Black Friday Ubannet

03/12/2015 às 08h54m

Índice de homicídios no Estado aumenta em 2015

Programa Pacto Pela Vida não bate meta da menor taxa do ano registrada em junho

No mesmo dia em que o Governo anunciou o crescimento no índice de homicídios no Estado que, até o momento, já ultrapassa o número de mortes em relação a todo o ano passado, a Secretaria de Defesa Social (SDS) detalhou três ações de reforço na segurança para o final de ano e janeiro de 2016. Pernambuco, entre o período de janeiro a novembro deste ano, acumulou 3.540 registros de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), contra 3.434 contabilizados em 2014. Um acréscimo de 13,5%, representados pela diferença de 106 crimes em relação aos períodos.

Os números são referentes ao Programa Pacto Pela Vida (PPV) que pelo quinto mês seguido não consegue bater a meta da menor taxa do ano, a de 7,5% registrada no último mês de junho. Os detalhes foram repassados em coletiva na tarde de ontem, na sede da SDS, no bairro de Santo Amaro, na área Central da Capital. Segundo meta definida pelo PPV, o mês de novembro registraria 282 homicídios no Estado, no entanto, o número acumulou 352 casos, sendo assim, apontado como o segundo pior resultado do ano, perdendo apenas para outubro que contabilizou 381 casos.

Segundo o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, a recessão econômica do País foi um dos fatores que contribuíram para o aumento nos números de CVLIs em Pernambuco. "A crise do País contribui. Não é que o desempregado vá cometer crime, mas ele empregava outros serviços. O desemprego crescente gera repercussões na violência”, afirmou.

Além disso, o gestor apontou o tráfico de drogas como outro elemento determinante para o crescimento nos casos de criminalidade. "Isso também eu reputo a maior quantidade de drogas que entram no Estado, como no País em geral. É preciso ter uma repressão forte nas fronteiras do território brasileiro", comentou Carvalho.

Apesar da taxa de homicídios no último mês de novembro chegando a 41,53 a cada 100 mil habitantes em Pernambuco, alguns municípios vêm registrando bons resultados na redução de CVLIs. Afogados da Ingazeira, no Sertão do Estado, é um exemplo. O distrito conseguiu diminuir a taxa em 8,1 a cada 100 mil habitantes.

Operações

Para garantir uma maior segurança à população no período de festividades de final de ano e férias de janeiro de 2016, a SDS anunciou três ações com o intuito de injetar mais militares nas ruas, tanto na capital, quanto no Litoral, tampouco na Região Metropolitana do Recife (RMR). Para o movimento de turistas e banhistas nas praias do Recife, Tamandaré e Porto de Galinhas, a Operação Verão, irá injetar 181 homens a mais do efetivo já lotado nesses pontos, entre PMs, bombeiros e policiais civis.

Já a Operação Papai Noel, irá engajar na Capital pernambucana 310 PMs em pontos da área Central da Cidade. O efetivo será distribuídos na avenida Conde da Boa Vista, nos arredores de shoppings centers e Terminais Integrados (TIs) - com atuação diária.

E, por último, os Sítios Históricos de Recife e Olinda também receberão o reforço de militares. O Bairro do Recife contará com o acréscimo de 20 duplas de PMs a pé durante este mês. Já em janeiro, o número subirá para 110 duplas. Já na Cidade Alta, até o final de janeiro, durante os sábados serão 50 militares a mais. Aos domingos e feriados o efetivo sobe para 90.

Dados

Segundo o balanço do PPV, de janeiro a novembro deste ano, foram apreendidos 5.388 armas de fogo (+ 10,3% em relação ao mesmo período do ano passado), 18.286 armas recolhidas (- 1,6%), 9.117 pontos debelados (+ 11,7%) e 541,6 quilos de crack apreendidos (+ 31%).


Da Folha PE

Comentários

Outras notícias