Black Friday Ubannet

01/12/2015 às 09h27m - Atualizado em 01/12/2015 às 10h54m

Ministério da Saúde banca custos e jovem de Pernambuco vai aos Estados Unidos fazer transplante

Cirurgia de Weverton Fagner Gomes está orçada em R$ 4 milhões. Jovem de Vitória de Santo Antão segue agora para hospital de Miami.

Depois de mais de quatro meses internado à espera da arrecadação de fundos para um transplante de intestino, o estudante Weverton Gomes, de 18 anos, viajou nesta segunda-feira (30) aos Estados Unidos para a realização da cirurgia. Ele saiu por volta das 6h40, de ambulância, do Hospital Otávio de Freitas (HOF), em Tejipió, na Zona Oeste do Recife, e embarcou com os pais às 7h30 em um voo fretado para Miami com paradas em Macapá e Curaçao.

O procedimento deve ser realizado no Jackson Memorial, hospital referência nesse tipo de transplante. Buscando arrecadar os quase R$ 4 milhões para custear a cirurgia, os pais do jovem recorreram à Justiça, ao Governo de Pernambuco e a campanhas via internet. Por meio da campanha #ForçaWeverton, família e amigos conseguiram sensibilizar até mesmo quem não conhecia o rapaz.

Até o início de setembro, já haviam sido arrecadados cerca de R$ 500 mil. Depois de aguardar o posicionamento do Ministério da Saúde a respeito do caso, os responsáveis por Weverton receberam a notícia de que o órgão irá realizar um depósito de US$ 1,1 milhão como parte do custeio do tratamento. O procedimento bancário foi agendado para esta segunda (30).

Ao chegar nos EUA, Weverton passará por uma bateria de exames e ficará à espera de um doador compatível para a realização da cirurgia. De acordo com o Ministério da Saúde, o transplante de intestino é ainda mais delicado, pois trata-se de um órgão mais suscetível a infecções e tem mais chances de rejeição.

Ainda assim, o otimismo de Weverton é exemplar. “Estou confiante e espero que dê tudo certo”, comenta o jovem. Segundo o pai do rapaz, Ubiratan Gomes, houve um caso em que o paciente precisou esperar apenas cinco dias até o aparecimento de um doador. Após o procedimento, a previsão é de que a recuperação leve entre oito e doze meses.

Entenda a história

Depois de chegar à unidade de saúde com sintomas de apendicite no dia 16 de julho, Weverton Fagner de Medeiros Gomes chegou a ser operado, mas, dias depois, os médicos descobriram uma trombose no intestino do jovem. Devido ao problema, 90% do órgão precisou ser retirado. Para custear a cirurgia, a família do jovem, de Vitória de Santo Antão, na Zona da mata Sul do Estado, precisaria arrecadar cerca de R$ 4 milhões.


As informações são do G1 Pernambuco
Foto: TV Globo

Comentários

Outras notícias