Black Friday Ubannet

30/11/2016 às 07h53m - Atualizado em 30/11/2016 às 08h08m

Profissionais do Samu participam de curso de resgate aeromédico

O treinamento desta terça-feira foi dividido entre etapas teórica e prática.

Nesta terça-feira (29), cerca de 20 profissionais participaram de um treinamento para atualizar os conhecimentos de segurança de voos, resgate, embarque e desembarque de vítimas de acidentes graves. O médico de bordo Ricardo Lyme atua nas ocorrências aeromédica há quase 10 anos, relata que a mobilização de uma equipe até o local de um acidente chega a custar quase 6 mil reais, valor elevado, mas que compensa na recuperação de um acidentado.

O treinamento foi dividido entre as aulas teórica e prática visando dá mais segurança a tripulação e revisar as práticas que devem ser tomadas antes, durante e depois dos resgates que utilizam aeronaves nas ocorrências. Por mês a aeronave da SOS Aeromédico realiza cerca de 40 atendimentos.

O serviço de resgate Aeromédico em Pernambuco que estava sem operar há quase 11 meses deve voltar a funcionar na primeira semana de dezembro. A interrupção nos resgates ocorreu porque a aeronave operada pela Polícia Rodoviária Federal e utilizada pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência precisou fazer uma revisão no motor, nos Estados Unidos.

O Comandante da PRF Adoniran de Moraes lamentou que nesse período, quase 500 vítimas deixaram de ser atendidas por médicos e enfermeiros (Samu) que atuam no resgate Aeromédico.

Foto: Internet

Comentários

Outras notícias