Black Friday Ubannet

20/11/2016 às 10h42m

Náutico goleia Tupi (MG) por 4X1 e segue vivo na briga pelo acesso

Timbu vai enfrentar o Oeste (SP), sábado que vem, na Arena de Pernambuco, e tem que vencer, além de torcer por um empate do Vasco ou uma derrota do Bahia para subir de divisão

Vencer o Tupi (MG), neste sábado, em Juiz de Fora, era o único resultado que interessava ao Náutico no Brasileiro da Série B. E o Timbu não decepcionou: com gols de Rony, Bergson, Rafael Pereira – de pênalti – e Léo Santos bateu a equipe mineira por 4x1, chegou aos 60 pontos, e vai vivo na briga pelo acesso para a partida contra o Oeste (SP), sábado que vem (26), às 16h30, na Arena de Pernambuco. Para chegar à elite nacional, porém, tem que vencer os paulistas e torcer por empate do Vasco e ou por uma derrota do Bahia.

Quando a bola rolou, foi do Tupi a primeira chance de abrir o placar. Aos 5 minutos, Hiroshi ganhou escanteio pela direita. Luiz Paulo cobrou e Julio Cesar tirou de soco. Em seguida, Moacir fez jogada pelo meio e chutou por cima do travessão.

Um pouco nervoso no início, o Náutico tentava parar as jogadas e ligar os contra-ataques, principalmente com Rony pela direita. Aos nove, por exemplo, Rodrigo Souza fez falta em Luiz Paulo e levou amarelo. Vinícius reclamou da arbitragem e também foi punido com cartão.

Aos 12, mais uma vez os donos da casa chegaram com perigo. Hiroshi arriscou de fora da área e Julio Cesar defendeu bem. Só aos poucos, o Timbu começou a ganhar mais o duelo no setor de armação e criar as suas primeiras oportunidades. Aos 13, Vinícius cobrou falta e Gabriel Santos mandou para escanteio. O próprio Vinícius cobrou e Rony errou o voleio.

Um minuto depois, no entanto, tudo que o torcedor alvirrubro queria aconteceu. Rodrigo Souza recebeu de Joazi e enfiou boa bola para Esquerdinha. O meia cruzou e Rony apareceu livre na área para tocar para o gol: 1x0 Náutico, aos 14 minutos. Depois do lance, o Tupi bem que tentou reagir. Porém, aos 27, foi do Timbu a outra grande chance de ampliar. Rony tabelou com Esquerdinha e, livre na área, bateu cruzado para fora.

Perto do fim da primeira etapa, o Alvirrubro voltou a mostrar mais força ofensiva. Aos 41, Vinícius recebeu lançamento e tocou para Esquerdinha na área. O meia chutou e o goleiro Rafael Santos salvou. Logo em seguida, aos 42, aconteceu o segundo gol. Esquerdinha dominou na entrada da área e, de cabeça, tocou para Bergson. O atacante dominou no peito e chutou. A bola desviou em Douglas e morreu no fundo do gol do goleiro Rafael Santos.

No segundo tempo, apesar de estar perdendo por 2x0, o Tupi voltou disposto a complicar. Logo no primeiro minuto, Luiz Paulo arriscou de fora da área Julio Cesar fez boa defesa. Aos sete, Douglas cruzou e Sávio desviou de cabeça. A bola passou raspando a trave direita de Julio Cesar.

De tanto insistir, o time mineiro fez o seu. Aos 11, Serrato aproveitou falha na marcação e tocou para o meio. Jean Carlos, livre na área, soltou a bomba para fazer 2x1 no placar.

Só aos 11, o Náutico teve sua primeira boa chance. Rony tocou para Vinícius que, da entrada da área, chutou forte. A bola passou raspando o travessão de Rafael Santos. Aos 21, Givanildo Oliveira fez as duas primeiras mexidas. Saíram Vinícius e Bergson para as entradas, respectivamente, de Léo Santos e Renan Oliveira.

E, aos 24, foi do próprio Renan uma boa chance de ampliar. No entanto, Rafael Santos fez boa defesa.
Logo em seguida, porém, Rony recebeu livre na área e o próprio goleiro Rafael Santos fez, de carrinho, falta violenta no atacante. Pênalti marcado e expulsão do goleiro dos donos da casa. Aos 30, Rafael Pereira cobrou e fez 3x1 para o Timbu. Aos 49, em contra-ataque, Léo Santos recebeu de Renan Oliveira, entrou livre e fez 4x1, fechando o placar.

Márcio Cruz/Comunicação Náutico

Comentários

Outras notícias