Black Friday Ubannet

18/11/2013 às 20h10m - Atualizado em 18/11/2013 às 20h12m

3ª Mostra Canavial de Cinema traz a sétima arte para a Mata Norte de PE

Desde o dia 8 de novembro está acontecendo a 3ª Mostra Canavial de Cinema, na Mata Norte de Pernambuco.

A ideia é promover a potência transformadora do cinema nas cidades de Goiana, Condado, Timbaúba, Aliança, Vicência, Nazaré da Mata, Tracunhaém e Carpina. A abertura aconteceu na cidade de Goiana, no histórico Cine Teatro Polytheama, que recebeu uma série de atividades especiais.

Nesta nova edição, a Mostra Canavial apresentara curtas-metragens brasileiros capazes de provocar reflexões a respeito de patrimônio e memória, principal tema do evento este ano. “Vamos abraçar o Polytheama e nos reapropriar desse espaço coletivo, que precisa de atividades contínuas”, diz o diretor da mostra, Caio Dornelas, que durante a Mostra do ano passado fundou o Núcleo de Produção Engenho Digital – NPED, com o objetivo de desenvolver ações de exibição, formação, realização e distribuição na Mata Norte Pernambucana.


Release da 3ª Mostra Canavial de Cinema:
A 3ª Mostra Canavial de Cinema vem a público trazer as potências transformadoras da sétima arte. Fruição estética, crítica social e lugar de sociabilidade. Se o cinema é a arte da imagem movimento, não o é menos do que um lugar de reflexão, nem menos um lugar de articulação e experiência do comum. A aposta transformadora nesta tríade estética-crítica-espacial do cinema será projetada na passagem da Mostra pelas cidades de Goiana, Condado, Timbaúba, Aliança, Vicência, Nazaré da Mata, Tracunhaém e Carpina.


As cidades por onde a 3ª Mostra Canavial realizar-se-á compõe geograficamente o complexo da zona da mata norte pernambucana, marcadas em nossa atualidade pelo desenvolvimento econômico como a instalação de empresas de grande porte como a FIAT, investimentos massivos na construção do complexo esportivo para a Copa do Mundo de 2014. Este desenvolvimento acelerado, contudo, não tem se apresentado em mesma medida com relação à distribuição de renda, emprego e acesso à população local às benesses sociais prometidas nas peças publicitárias governamentais e nos discursos entusiastas do desenvolvimentismo em sua versão contemporânea. Tormento econômico é o conceito utilizado para explicar a disparidade do fenômeno da concentração de renda e exclusão local. A disparidade entre capital econômico e capital cultural não são menos sensíveis na região.


Lastreado na compreensão desse déficit do capital cultural da Mata Norte a Mostra Canavial se põe como acontecimento efetivo para o empoderamento das populações locais dos signos componentes de sua cultura, sua história e mais, da nossa atualidade. O campo audiovisual se nos revela como paradigmático para organizar esse empoderamento da tríade estética-crítica-espacial e através de exibições fílmicas públicas e gratuitas, debates e celebrações contribuímos com esse movimento de luta e resistência contra a disparidade cultural e exclusão dos signos componentes de nossa modernidade.

Mais informações no site do festival, ou em sua fanpage.

Comentários

Outras notícias