Black Friday Ubannet

15/11/2015 às 12h51m - Atualizado em 15/11/2015 às 12h54m

Náutico fica no empate por 1x1 com o CRB e complica chance de acesso à Série A

Time alvirrubro precisa vencer seus dois últimos jogos e torcer contra o Santa Cruz

Zagueiro Ronaldo Alves marcou o gol do empate, mas o time não teve competência para vencer  / Foto: Diego Nigro/JC ImagemZagueiro Ronaldo Alves marcou o gol do empate, mas o time não teve competência para vencer

O Náutico complicou as chances de acesso à Série A ao empatar por 1x1 com o CRB, neste sábado (14), na Arena Pernambuco, pela 36ª rodada da Série B do Brasileiro. O time alvirrubro ocupa a 6ª posição, com 57 pontos, e viu o rival Santa Cruz bater o Botafogo por 3x0, no Rio de Janeiro, e chegar aos 61, na 4ª colocação. Além disso, o Vitória venceu o Ceará por 1x0 e se garantiu na 3ª posição, com 63. Agora, faltando duas rodadas, o Timbu terá de vencer seus dois últimos jogos diante do Bahia, no próximo sábado, no Arruda, e o Bragantino, dia 28, fora de casa, e ainda esperar o tropeço do tricolor diante do Mogir Mirim e do próprio Vitória.

A situação é muito mais delicada quando se leva em consideração que o Santa Cruz e o Vitória somam 18 vitórias e saldo de gols de 15 e 17, respectivamente, enquanto o alvirrubro possui 16 vitórias e saldo de apenas quatro gols. Já o CRB, permanece na 11ª posição, com 51 pontos.

O técnico Gilmar Dal Pozzo decidiu mudar o time e escalou o volante Willian Magrão no lugar de Marino e o meia Dakson na vaga de Fillipe Soutto. Dessa forma, o meia Guilherme Biteco, que estava cotado para iniciar o jogo, nem foi relacionado. O comandante alvirrubro preferiu poupar o jogador devido ao pouco tempo que teve para se recuperar de uma lesão na coxa direita.

Na verdade, o Náutico foi um time muito confuso do meio para frente. O meia Hiltinho não conseguiu imprimir velocidade ao time, enquanto Dakson não encontrava espaço devido a boa marcação do CRB, que fez uma linha de quatro atrás e outra de cinco na intermediária, deixando apenas Maxwell na frente. A postura do adversário deixou Bergson e Daniel Morais perdidos no ataque alvirrubro.

O time alagoano só esperava um erro do Timbu. O que ocorreu aos 24 minutos, quando o lateral Pery acertou um belo chute e fez 1x0. Após o gol, o Náutico melhorou um pouco, embora sem muita inspiração. Mesmo assim, chegou ao empate depois de uma cobrança de escanteio de Dakson, que o zagueiro Ronaldo Alves aproveitou para fazer 1x1, de cabeça, aos 38.

No segundo tempo, o Náutico procurou ser mais objetivo, tocou mais a bola e nos primeiros 15 minutos teve até chance do segundo gol. Mas, nos dois lances Bergson desperdiçou. Antes o CRB, assustou em um arremate de Leandro Brasília.

O técnico Gilmar Dal Pozzo sentindo que o time estava perdendo a pegada ofensiva resolveu tirar Hiltinho e colocar o atacante Douglas. Depois, aos 26, colocou o atacante Renato no lugar de Dakson. A pressão foi intensa em cima do CRB. No entanto, também foram vários erros nas finalizações.

A partir dos 30 minutos, o time caiu de rendimento, se perdeu em campo e faltou criatividade e eficiência ofensiva. O CRB poderia até ter saído com uma vitória se não fosse duas belas defesas de Júlio César.


As informações são do JC Oline
Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Comentários

Outras notícias