Black Friday Ubannet

14/11/2015 às 15h35m - Atualizado em 14/11/2015 às 15h46m

Manifestação contra Eduardo Cunha toma conta das ruas do Recife

Ato contra o presidente da Câmara pediu a imediata saída de Cunha do cargo

Movimento foi bastante tranquilo e não houve tumultos; organização estimou cerca de 2 mil pessoas no evento / Foto: Edson Mota / JC
Movimento foi bastante tranquilo e não houve tumultos; organização estimou cerca de 2 mil pessoas no evento

Com gritos como “Se o povo se unir, Eduardo Cunha vai cair”, um grupo de manifestantes foi às ruas em protesto ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na tarde desta sexta-feira (13). A caminhada começou na Praça do Derby e foi até o Pátio de São Pedro, ambos na área central do Recife. A principal queixa contra o parlamentar é a respeito do Projeto de Lei 5069/2013, que impõe limites às mulheres vítimas de estupro que realizem legalmente um aborto. Além de Recife, houve manifestações em São Paulo, Brasília e no Rio de Janeiro.

No Estado, o ato contou com representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Marcha Mundial de Mulheres, Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE), a Secretaria Estadual de Mulheres do PT de Pernambuco, entre outros.

De acordo com Gleisa Campigotto, uma das organizadoras do evento, o ato também serviu para pedir a saída de Eduardo Cunha, envolvido em denúncias de corrupção. "Tivemos um ano de muitos retrocessos para a classe trabalhadora e nós, mulheres, somos as mais sentidas nessa questão. Esse é um dos motivos que nos fizeram vir às ruas. Também somos contrários ao plano de ajuste fiscal de Joaquim Levy (ministro da Fazenda)", explica. Cerca de duas mil pessoas compareceram ao evento, segundo a organização.

As vereadoras Isabella de Roldão (PDT) e Marília Arraes (PSB) também estiveram presentes no evento e ratificaram o pedido dos manifestantes para que Cunha saia da presidência da Câmara. O ato iria, inicialmente, até a Praça do Carmo, no Centro. Posteriormente, porém, os manifestantes mudaram o rumo e encerraram no Pátio de São Pedro. O movimento foi bastante tranquilo durante todo o percurso.


Do JC Oline
Foto: Edson Mota / JC

Comentários

Outras notícias