Black Friday Ubannet

12/11/2018 às 07h45m - Atualizado em 13/11/2018 às 08h25m

Preso homem que matou esposa grávida com panela de pressão

Suspeito confessou o crime e pesam contra ele mais dois homicídios que vitimaram dois moradores que negaram esconderijo a ele

prisao_de_homicida

Está preso o homem que matou a esposa grávida de cinco meses com uma panela de pressão, em São Luiz do Quitunde, no Litoral Norte de Alagoas. Ele matou a mulher há cerca de 20 dias e, neste tempo, assassinou mais duas pessoas porque negaram esconderijo a ele. A prisão ocorreu no domingo (11), em Matriz do Camaragibe, quando ele tentava fugir para o estado do Mato Grosso.

Maria Cristina da Silva chegou a dar entrada no hospital com fortes dores na cabeça, mas não resistiu às pancadas e morreu. Ela estava grávida de Antônio Carlos, que confessou o crime à Polícia Civil. Após assassinato, ele fugiu para a zona rural de Matriz de Camaragibe e tentou se esconder em uma casa, localizada em uma fazenda da cidade.

Antônio Carlos confessou também que matou os dois moradores – Genival Alves de Amorim e outro agricultor de nome Cicero – porque eles lhe negaram abrigo. De acordo com o chefe de operações da Delegacia de São Luiz do Quitunde, José Mariano Sobrinho, um deles ameaçou entregar o suspeito para a polícia.

Antônio Carlos comentou a situação para uma pessoa, que foi a responsável por levar informações à delegacia, após os dois homens aparecerem mortos com tiros no peito e na cabeça. As duas vítimas foram assassinadas com disparos de revólver e espingarda. Na ocasião, Antônio Carlos furtou uma quantia em dinheiro, se vestiu com roupas das vítimas e tentou fugir novamente.

A polícia caracteriza o crime contra a mulher como feminicídio. O relato do homem aponta que ele a matou por problemas conjugais, informa o chefe de serviço, José Mariano.

Prisão

A prisão ocorreu depois de denúncias à polícia de que Antônio Carlos pretendia fugir para o estado de Mato Grosso. Uma grande operação entre as polícias civil e militar foi iniciada ainda na sexta-feira (9) para capturar o suspeito, que se escondeu em uma outra fazenda da região.

A polícia ainda chegou, no sábado (10), a fiscalizar a divisa de Alagoas com Sergipe, fazendo revistas em ônibus interestaduais. No entanto, foi somente no domingo que Antônio Carlos foi capturado na Praça de Matriz do Camaragibe, onde também fica o ponto de ônibus. Ele estava prestes a desembarcar para fugir.

De acordo com José Mariano, o homem irá responder pelos crimes de feminicídio e duplo homicídio. Nesta segunda-feira (12) ele será levado para os locais dos crimes, com o objetivo de passar mais detalhes para a polícia. A ação foi coordenada pelo delegado Alexandre César.

Informações: Portal OP9

 

Comentários

Outras notícias