Black Friday Ubannet

11/11/2018 às 07h56m

Tragédia: Deslizamento mata ao menos 14 pessoas no Rio de Janeiro

Voluntários e equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil auxiliam na remoção de escombros para encontrar possíveis vítimas após deslizamento no Morro da Boa Esperança, em Niterói (RJ)

rio_de_janeiro-deslizamento-niteroi

Um deslizamento de pedras em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, matou ao menos 14 pessoas na madrugada de sábado (10), segundo informações da Defesa Civil do RJ. 

Ainda há pessoas soterradas e o trabalho de buscas continua.

Seis imóveis foram atingidos por uma pedra grande que rolou do alto do Morro da Boa Esperança em consequência das chuvas que atingem a região. Niterói está em estado de atenção.

Segundo representante de uma associação de moradores do local, em entrevista à GloboNews, algumas das casas atingidas já estavam interditadas pela Defesa Civil. Seus donos, contudo, se recusaram a deixá-las. 

Os trabalhos de remoção dos escombros, resgate das vítimas e busca por mortos poderá levar até 48 horas, afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Roberto Robadey Costa Júnior, ao canal.

Este é o primeiro deslizamento registrado na cidade desde 2010, quando 48 pessoas morreram em uma ocorrência semelhante no Morro do Bumba, tragédia que causou comoção nacional à época. 

Rodrigo Neves, prefeito de Niterói, a região não é classificada como área de alto risco geológico no mapeamento de risco. Ele explica que o ocorrido não foi o deslizamento de uma encosta e sim uma rachadura no maciço de um local muito mais alto do que o ponto onde ocorreu a tragédia.

A Prefeitura de Niterói informou que, desde 2013, “investiu mais de R$ 150 milhões em obras de contenção em 50 encostas da cidade”.

Comentários

Outras notícias