Black Friday Ubannet

09/11/2018 às 08h25m

Alagoas: Delegado revela que menor de 11 anos está grávida após abuso sexual; presos são identificados

Todos os presos serão indiciados pelo delito de estupro de vulnerável que é praticar relações sexuais com menores de 14 anos de idade.

estupro_2

O delegado Igor Diego, titular da 4ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Arapiraca, afirmou que durante as investigações da Operação Diga não à Pedofilia, desencadeada na manhã desta quarta-feira (7), na cidade de Craíbas e Arapiraca, no Agreste de Alagoas, foi descoberto que uma das vítimas de abuso sexual está grávida.

Os suspeitos presos foram identificados como Cícero Alves dos Santos, de 60 anos, conhecido como China; Antoniel Celso da Silva, de 23 anos; José Leandro da Silva, de 25 anos; Gilson Pereira dos Santos, de 43 anos; Paulo Pedro dos Santos, de 23 anos; Welington da Silva, de 19 anos; José Bruno Santos Silva, de 20 anos.

Já José Maxsuel Rodrigues dos Santos, de 30 anos; José Wilton de Oliveira Silva, de 32 anos e Emanuel Tavares Vieira da Silva, de 20 anos, estão foragidos. Todos os presos serão indiciados pelo delito de estupro de vulnerável que é praticar relações sexuais com menores de 14 anos de idade. O delito de estupro de vulnerável tem uma pena de 8 a 15 anos de prisão.

A PC afirmou que a menor que foi estuprada tem apenas 11 anos. O delegado Igor Diego informou ainda que os casos de abuso sexual aconteceram de diversas maneiras. Os principais agressores eram pais e amigos dos acusados.

“Temos casos de suspeitos que se aproximaram das vítimas tentando uma espécie de relacionamento. Outras vítimas foram abordadas na rua e violentadas friamente, além de um pai que estuprou a própria filha”.

Comentários

Outras notícias