Black Friday Ubannet

09/11/2016 às 12h04m - Atualizado em 09/11/2016 às 12h13m

TRE-PE mantém indeferimento da candidatura do prefeito eleito de Belo Jardim, que ainda pode recorrer

João Mendonça (PSB) foi alvo de mais um pedido de impugnação, por improbidade administrativa e por rejeição de contas públicas. O socialista foi o mais votado na cidade do Agreste pernambucano, com 16

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE_PE) manteve, nesta terça-feira (8), o indeferimento da candidatura do prefeito de belo Jardim, João Mendonça (PSB). Apesar da decisão, ele ainda pode recorrer em até três dias após a publicação do acórdão. O socialista foi o mais votado na cidade do Agreste pernambucano, com 16.077 votos.

O segundo mais votado foi Hélio dos Terrenos (PTB), que chegou a 14.015. Dr. Maneco (SD) foi o terceiro, com 11.671 votos.

O prefeito foi alvo de mais um pedido de impugnação, por improbidade administrativa e por rejeição de contas públicas.

Se mesmo após o recurso a Justiça Eleitoral mantiver a impugnação da candidatura de João Mendonça, Belo Jardim terá que passar por novas eleições.

Outros municípios

O TRE-PE também analisou os casos de Cortês, na Mata Sul, e de Carnaubeira da Penha, no Sertão. No caso de Cortês, foi negado o provimento para manter indeferimento da candidatura do mais votado, Reginaldo Morais (PSB). Em Carnaubeira, foi negado provimento, mantendo o deferimento da candidatura de Dr. Manoel (PR), também o mais votado no município. Ambos ainda podem recorrer, também no prazo de três dias.

O caso do município de Santa Filomena, no Sertão, foi julgado nesta Segunda (7) e negado seguimento ao recurso, mantendo o indeferimento da candidatura de Gildevan Melo (PSD), que não havia sido o mais votado, perdendo para Cleomatson (PMN).

Comentários

Outras notícias