Black Friday Ubannet

09/11/2016 às 12h08m - Atualizado em 09/11/2016 às 12h10m

Náutico bate Goiás e segue firme na briga pelo acesso

Timbu está em quinto lugar, com 57 pontos, e faz um confronto direto com quarto colocado Avaí, sábado, às 16h30, na Ressacada

O jogo foi difícil e com o Goiás marcando forte desde o início. Mas, no segundo tempo, após mudanças feitas pelo técnico Givanildo Oliveira, o Náutico começou a encontrar mais espaços no setor ofensivo e, em jogada individual Maylson, fez 1x0 para a festa da torcida timbu, esta noite, na Arena de Pernambuco. Com o resultado, o Alvirrubro chegou aos 57 pontos e segue na quinta colocação da Série B. Porém, encostou-se a times como o Bahia (2º), Vasco (3º) e Avaí (4º), respectivamente, todos com 59 pontos e separados pelos critérios de desempate.

O jogo começou com o Náutico tentando adiantar a marcação e criando algumas jogadas ofensivas, mas sem conseguir ameaçar a meta defendida Márcio. Já o Goiás, com três zagueiros, tentava jogar no erro do Timbu e, aos 3 minutos, quase abre o placar. Rossi puxou o contra-ataque e cruzou. Carlos Eduardo chutou e Julio Cesar teve que se esticar para fazer uma boa defesa.

Só aos 11, com Marco Antônio, o Timbu arriscou o seu primeiro chute. Mas a bola foi para longe do gol. Quatro minutos depois, Vinícius tabelou com Bergson e sofreu falta na intermediária. Marco Antônio cobrou e a bola explodiu na barreira goiana. Aos 17, Walter recebeu de Rossi e bateu cruzado para fora perdendo boa chance para os esmeraldinos.

Em jogo de muita marcação do adversário, principalmente com muitos atletas fechando o setor de armação, o Alvirrubro não conseguia muito espaço para a criação das jogadas. Só aos 23, Bergson recebeu de Vinícius entrou na área, mas bateu para fora. Um pouco depois, aos 26, Bergson acabou derrubado pela direita. Marco Antônio cobrou e Márcio tirou de soco.

O Náutico conseguiu tentando e, aos 28, Marco Antônio enfiou bola para Joazi, que cruzou. Bergson tentou de virada, mas a bola desviou em David Duarte e foi para. Aos 36, Vinícius recebeu de Marco Antônio e arriscou de fora da área. A bola passou perto da trave direita de Márcio.

A reação do Goiás veio, aos 38, quando Walter deixou Carlos Eduardo na cara do gol. Julio Cesar fez defesa de pagar ingresso. Ou seja, mesmo com mais volume de jogo, as melhores chances de gol do primeiro tempo foram dos visitantes.

No segundo tempo, o Goiás já voltou ameaçando, aos 2 minutos, em chute de Carlos Eduardo de fora da área. Julio Cesar defendeu mais uma. Aos 9, a primeira mexida feita por Givanildo Oliveira. Saiu Marco Antônio para a entrada de Tiago Adan. O time melhorou em termos ofensivos e, aos 11, Gastón tabelou com Tiago Adan e Sueliton mandou para escanteio. Vinícius cobrou e a bola foi desviada para fora. Aos 18, um bom lance. Joazi tabelou com Bergson e cruzou. Márcio espalmou evitando o pior.

Aos 24, nova mexida. Saiu Rodrigo Souza para a entrada de Maylson. Logo depois, Vinícius cobrou falta e Rony tentou de bicicleta. Márcio defendeu bem. Aos 26, Maylson fez bela jogada individual e tocou com categoria no canto direito de Márcio para fazer 1x0. Justamente ele, que, recentemente, voltou a trabalhar com o grupo após se recuperar de uma lesão no ligamento colateral medial do joelho direito. Aos 37, Léo Gamalho, pelo Goiás, cabeceou e Julio Cesar salvou mais uma para o Timbu. No finalzinho, aos 40, Walter ainda mandou uma bola no travessão.

Márcio Cruz/Comunicação Náutico

Comentários

Outras notícias