Black Friday Ubannet

09/11/2015 às 09h58m

Recife: Mãe se desespera e acusa Metrô pela morte do filho de 10 anos

De acordo com a mãe, o acidente aconteceu enquanto menino empinava pipa próximo à linha férrea da estação Joana Bezerra

Acidente teria ocorrido quando o garoto correu para dentro da estação, através de um buraco no muro, em busca de uma pipa / Foto: Mariana Mesquita/ Especial para o JC Online
Acidente teria ocorrido quando o garoto correu para dentro da estação, através de um buraco no muro, em busca de uma pipa

A família de Max Mateus Antônio do Nascimento, afirma que o garoto de 10 anos teria sido atropelado por um trem do Metrô do Recife (Metrorec), próximo à linha férrea da estação Joana Bezerra, sentido Afogados, no fim da tarde deste sábado (7).

O acidente teria ocorrido quando o garoto correu para dentro da estação, através de um buraco no muro, em busca de uma pipa. Max chegou a ser levado para o Hospital da Restauração, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A mãe de Max, Nair Coelho, entrou em contato com a Rádio Jornal e disse que, segundo vizinhos, o maquinista não teria parado o veículo após o atropelamento para socorrer o garoto. "Saí de casa e quando voltei soube que meu filho tinha saído para empinar pipa com amigos próximo da linha do metrô. Os meninos conseguiram correr, mas ele ficou", disse a mãe do garoto. A área é proibida para circulação de pessoas e há um muro de proteção.

A Rádio Jornal entrou em contato com a assessoria de imprensa do Metrorec, que negou o acidente. Ainda de acordo com o Metrorec, não há registro de atropelamento. O Instituto de Medicina Legal (IML), confirmou à rádio jornal que o corpo do menino deu entrada no órgão.


As informações são do JC Online
Foto: Mariana Mesquita

Comentários

Outras notícias