Black Friday Ubannet

04/11/2018 às 03h49m

Morre adolescente eletrocutado após invadir subestação de energia em Campina Grande

Adolescente de 16 anos estava internado em estado grave desde a quarta-feira (31), após sofrer choque elétrico e causar ‘apagão’ na cidade.

subestacao

O adolescente de 16 anos que foi eletrocutado após invadir uma subestação de energia morreu na madrugada deste sábado (3), no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde ele estava internado desde do dia 31 de outubro. A morte foi confirmada pela assessoria de comunicação da unidade hospitalar.

Ainda segundo a assessoria de comunicação do hospital, Henrique Brasil de Melo morreu às 0h45. O corpo do adolescente foi encaminhado para Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

Até as 15h30 deste sábado, as informações do Numol de Campina Grande eram de que ainda não era possível divulgar a causa da morte do adolescente e que o corpo só seria liberado para a família no fim do dia.

Adolescente invadiu subestação e causou ‘apagão’ na cidade

A Energisa confirmou que o problema técnico que resultou na falta de energia elétrica que aconteceu em Campina Grande, na manhã da quarta-feira (31), foi causado pela invasão de um adolescente, de 16 anos, a uma subestação da concessionária de energia. O rapaz foi eletrocutado e o estado de saúde dele era grave.

O suspeito sofreu um choque com alta voltagem dentro da subestação Campina Grande I. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Segundo a assessoria de comunicação da unidade hospitalar, o adolescente teve 90% do corpo ferido, principalmente, por queimaduras de 3º grau.

A liberação da carga elétrica comprometeu o fornecimento de energia e deixou 70 mil clientes sem luz. O serviço foi restabelecido, gradativamente, entre as 10h56 e as 11h28.

G1 Campina Grande

Comentários

Outras notícias