Black Friday Ubannet

03/11/2016 às 12h04m - Atualizado em 03/11/2016 às 14h05m

Violência: Taxa de homicídio em Timbaúba é o dobro da média nacional, população está aterrorizada

Segundo dados atualizados da SDS, 31 pessoas foram mortas no município nos dez primeiros meses do ano.

Nos dois primeiros meses deste ano não foi registrado nenhum crime contra a vida em Timbaúba. Levando em consideração que 31 pessoas foram mortas no município entre os meses de março a outubro, ou seja, em oito meses, isso dá uma média de 3,87 homicídios por mês, praticamente uma vítima de crime letal intencional por semana. Fazendo uma conta rápida, se até o final do ano não for registrado mais nenhum homicídio, nos doze meses do ano, dará 2,58 homicídios por mês. Mesmo assim é uma média altíssima para uma cidade deste porte.

Vejamos, Timbaúba com 53.581 habitantes (IBGE/2015), registrando 31 homicídios por ano (se não houver mais nenhum até o final de dezembro), daria cerca de 57,85 assassinatos por cem mil habitantes, ou seja, praticamente o dobro da média histórica nacional que é de 29,1.

Em 2014, o Brasil bateu seu próprio recorde histórico de crimes contra a vida, foram 59.627 registros, o que equivale a uma taxa de homicídios de 29,1 (a taxa é calculada por 100 mil habitantes). Esse índice ainda hoje é considerado epidêmico pela Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança, 58.383 foram mortas no país em 2015.

O que diria a ONU sobre a pacata Timbaúba com o dobro da média nacional?

Timbaúba teve um mês de outubro violento, aliás um dos meses mais violentos de sua história, foram sete vítimas fatais (contando com os quatro internos da Funase), isso significa aproximadamente um homicídio a cada quatro dias e meio. Nesta triste estatística estão incluídas não só pessoas envolvidas com a criminalidade, também fazem parte pessoas de bem, vítimas de latrocínio e trabalhadores que sofreram atentados e faleceram dias depois em unidades hospitalares.

O 2º Batalhão de Polícia Militar sediado em Nazaré da Mata, responsável pela segurança pública de Carpina, Nazaré da Mata, Lagoa do Carro, Tracunhaém, Paudalho, Guadalajara, Lagoa de Itaenga, Timbaúba, Aliança, Camutanga, Ferreiros, Macaparana, Vicência e São Vicente Férrer, totalizou entre abril e setembro deste ano, 151 crimes contra a vida. Só Timbaúba é responsável por 14% deste total, com 21 homicídios.

A crescente onda de violência nos últimos dias vem assustando os moradores do município de Timbaúba. A população pede atitude urgente as autoridades responsáveis pela segurança pública do município e ao Governo do Estado para evitar que mais pessoas sejam vítimas dessa violência e tenham suas vidas ceifadas.

Por: Reginaldo A. Silva, da equipe do Timbaúba Agora


Relação das mortes violentas intencionais em Timbaúba de março a outubro de 2016

Fonte: SDS

Assuntos relacionados

Comentários

Outras notícias