01/11/2014 às 09h08m

Orquestra Criança Cidadã do Recife se apresenta para o papa Francisco

Grupo se apresentou em um concerto privado na Sala Clementina, no Vaticano

A Orquestra Criança Cidadã, projeto social recifense que resgata crianças e adolescentes carentes da capital pernambucana por meio da música, se apresentou em concerto privado nesta quinta-feira para o papa Francisco, na Itália. O convite veio da organização Catholic Fraternity, associação privada de direito pontifício.

O concerto, realizado na Sala Clementina, no Vaticano, foi sob a regência do maestro Nilson Galvão Jr. e teve um repertório basicamente erudito e sacro. Crianças executaram obras como Concerto de Brandenburgo nº 3, de Bach, As Quatro Estações, de Vivaldi, e trechos da Serenata, composta por Tchaikovsky. A violinista japonesa Yoko Kubo fez uma participação especial com solos.

Além das seis músicas ensaiadas para o papa, o repertório que a orquestra preparou inclui outras 16 composições extras. “Durante o nosso percurso na Itália, também acompanharemos a comunidade católica Canção Nova e, nessa comitiva, vamos executar alguns arranjos”, diz o maestro. “Será um momento valioso para a orquestra. Basta pensar que conseguimos passar pela peneira dos 5 mil pedidos anuais de grupos musicais que desejam tocar para o papa”, completa Nilson, com base no número informado pelo cerimonial do Vaticano.

O concerto privado para o papa Francisco foi feito paralelamente à 16ª Conferência Internacional da Associação Privada de Direito Pontifício, de 30 deste mês a 2 de novembro, que tem como tema “Louvor e adoração para uma nova evangelização”.

Comentários

Outras notícias