Black Friday Ubannet

28/10/2016 às 21h07m - Atualizado em 28/10/2016 às 21h10m

Metrô do Recife receberá Investimento de R$ 61 milhões

A medida foi anunciada pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), em visita à capital pernambucana nesta sexta-feira

O ministro anunciou o investimento durante visita à sede da CBTU, no Recife.
As informações são do Diário de Pernambuco - Foto: Henrique Souza/Esp. DP

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), esteve nesta sexta-feira na sede da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), no bairro de Areias, no Recife, e anunciou um investimento de R$ 61 milhões para o metrô da capital pernambucana. Além do ministro, também estiveram presentes na reunião o presidente do Conselho da CBTU, Joaquim Francisco; o superintendente da CBTU Recife, Leonardo Villar Beltrão; o presidente nacional da CBTU José Marques, o deputado estadual Antônio Moraes (PSDB-PE); e Hélio Leite, da gerência regional administrativa-financeira da CBTU.

"Todos sabem que desde que assumimos o governo em 12 de maio, o metrô estava na eminência de parar o seu funcionamento. Conseguimos recompor o orçamento e garantir a liberação desses recursos, que significarão uma efetiva melhoria no sistema, especialmente na segurança, que é a questão mais importante a ser resolvida", afirmou o ministro. A maior parte do valor será gasta na aquisição de 1,3 mil novas câmeras de segurança e na criação de uma central de monitoramento. O restante do dinheiro irá para reparos no sistema de energia, nos equipamentos de manutenção, entre outras áreas. Atualmente, o metrô do Recife conta com 375 câmeras.

"Com as novas câmeras poderemos ter uma cobertura completa no metrô. Vamos atuar de forma preventiva para garantir a segurança dos usuários. Esse investimento será importante porque é a primeira etapa para a recuperação do sistema de metrô do Recife. Quando assumimos ele [o sistema] estava próximo de parar por falta de recursos e degradação. Esse é o primeiro e mais importante passo para mudar as coisas", comentou o superintendente da CTBU Leonardo Villar.

Em junho deste ano, a CBTU advertiu que não teria condições de manter o sistema metroviário em funcionamento a partir de julho devido ao contingenciamento da verba prevista e aprovada pela Lei Orçamentária Anual (LOA). Na ocasião, também em visita ao Recife, o ministro Bruno Araújo, adiantou que conseguiu parte dos recursos que tinham sido segurados pelo Decreto nº 8.700, de 30 de março de 2016, e garantiu o sistema em atividade até outubro. Ainda durante a visita, o ministro percorreu da Estação Central até a Estação Werneck e anunciou o novo superintendente do MetroRec, Leonardo Villar Beltrão.

Manifestantes exigem a convocação para as vagas do concurso público. Foto: Henrique Souza

Do lado de fora do prédio, um grupo de manifestantes protestava contra a demora na convocação dos cargos para um concurso público realizado pela CBTU em 2014. Segundo o grupo, são 500 aprovados (300 em cadastro de reserva) para cargos superiores e técnicos e só 50% deles foram chamados. E para os cargos primordiais, como segurança e manutenção, ninguém foi chamado e apenas alguns poucos conseguiram a convocação através da Justiça. Eles exigem a nomeação para as suas vagas.

Sobre o assunto, o ministro diz que a decisão é de responsabilidade da CBTU. "Tenho certeza de que eles serão chamados no momento em que a empresa julgar oportuno", declarou. Já o superintendente da Cbtu Leonardo Villar argumenta que a empresa tem um prazo até 2018 para chamar os aprovados. "É natural, por causa da crise, essa pressão dos aprovados no concurso. À medida que conseguirmos disponibilidade financeira, iremos convocando o pessoal", prometeu.

O METRÔ DO RECIFE:

39,5 km de área
Composto por duas linhas: Centro e Sul

29 km é a extensão da Linha Centro
10,5 km é a extensão da Linha Sul

9,7 milhões de passageiros por mês (linhas Centro, Sul e díesel)
280 mil usuários na Linha Centro diariamente
120 mil passageiros por dia na Linha Sul

15 trens em intervalos de 5 minutos operam na Linha Centro
10 trens em intervalos de 6 minutos operam na Linha Sul

317 viagens por dia são realizadas por dia na Linha Centro
259 viagens por dia são realizadas por dia na Linha Sul

As integrações do metrô com ônibus ocorrem de duas formas:

1 – Pelo Sistema Estrutural Integrado (SEI) com a existência de Terminais Integrados adjacentes às estações. A transferência de um modo de transporte para o outro não é tarifado.
2 – Através da bilhetagem eletrônica. Isto é, quando da passagem do Vale Eletrônico Metropolitano nos bloqueios de entrada das estações é descontado o valor referente à integração
.

Comentários

Outras notícias