25/10/2014 às 02h48m - Atualizado em 25/10/2014 às 02h49m

Santa vence o Ceará e entra na briga pelo G-4

Santa vence o Ceará e entra na briga pelo G-4

Para o Santa Cruz, precisava ser agora. A equipe coral necessitava da vitória diante do Ceará, na Arena Castelão, para entrar de fato na briga pelo acesso na Série B. E os três pontos vieram, apesar do sofrimento. Mesmo com um a menos em campo durante boa parte do jogo, o Tricolor mostrou valentia e venceu por 2x0, com gols de Tony e Adílson. A noite inspirada de Tiago Cardoso também foi crucial no resultado.

A exibição contra o Ceará coloca o time pernambucano definitamente na briga pelo G-4. O Santa chegou ao sétimo lugar, com apenas quatro pontos de separação para o G-4 (o Tricolor tem 48 e o Avaí tem 52). E os corais ainda tem um jogo a menos, que será cumprido contra o Vila Nova, penúltimo colocado da Série B, na próxima terça-feira.

O Santa iniciou o jogo de ontem, frente ao Ceará, entendendo o quão importante era a partida. Foram logo duas boas chances nos cinco primeiros minutos.

Depois deste momento promissor para os pernambucanos, o Ceará cresceu e igualou as ações. Aos 11 minutos, no entanto, o Tricolor conseguiu chegar ao gol. Tony fez um cruzamento despretensioso, a bola desviou na zaga cearense e entrou na meta de Luís Carlos. 1x0 Santa.

Como saiu na frente do marcador, a tendência natural era que os corais recuassem para o campo de defesa. Mas não foi exatamente isto que aconteceu. Mesmo com o placar favorável, os comandados de Oliveira Canindé chegavam bem ao ataque, especialmente nas bolas paradas. Em uma destas jogadas, o zagueiro Alemão quase ampliou a vantagem.

Apesar da boa exibição do Santa, o Ceará não estava entregue. O adversário também chegava ao ataque com qualidade. Porém, o goleiro Tiago Cardoso fez mais uma exibição irretocável. Aos 41 minutos, em chute de Magno Alves, o arqueiro coral dava início a uma série de lindas defesas.

Um pouco depois, aconteceu o lance que poderia determinar o futuro da partida. O lateral Tony teria puxado o atacante Magno Alves e o árbitro Marcelo Aparecido de Souza, de forma duvidosa, não apenas marcou a falta, como também aplicou o segundo amarelo para o atleta coral. O Tricolor ficou com um jogador a menos em campo.

Mas a valentia do Santa Cruz prevaleceu. Mesmo em desvantagem numérica, o Santa não foi muito ameaçado no segundo tempo. E, nas poucas vezes que o adversário chegava, Tiago Cardoso salvava. Este cenário durou até os 34 minutos do segundo tempo, quando o volante do Ceará, João Marcos, também foi expulso por falta em Keno.

A partir daí, a tranquilidade coral aumentou. A comprovação definitiva da vitória, por sua vez, só veio aos 41 minutos. Wescley puxou o contra-ataque e deixou Adílson na cara do gol. O atacante escorregou na finalização, mas deu sorte e encerrou o placar: 2x0 Santa. O time pernambucano ainda pode pensar em acesso para a Série A.

Ficha técnica

Santa Cruz 2

Tiago Cardoso; Tony, Alemão, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Bileu, Danilo Pires e Wescley (Alberto); Keno (Adílson) e Léo Gamalho (Cassiano). Técnico: Oliveira Canindé.

Ceará 0

Luís Carlos; Samuel Xavier, Diego Ivo, Alex Lima e Hélder (Marcos); João Marcos, Ricardinho, Eduardo (Lulinha) e Nikão (Robinho); Felipe Amorim e Magno Alves. Técnico: PC Gusmão.

Local: Arena Castelão (Fortaleza-CE).
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP).
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Lincoln Ribeiro Taques (MT). Gols: Tony (11 do 1T, Santa) e Adilson (41 do 2T, Santa).
Cartões amarelos: Ricardinho, Samuel Xavier e Robinho (Ceará); Tony, Bileu e Tiago Cardoso (Santa Cruz).
Cartão vermelho:Tony (Santa Cruz) e João Marcos (Ceará).

Comentários

Outras notícias