Black Friday Ubannet

21/10/2018 às 10h27m

Com final dramático, Sport vence o Vasco e segue vivo na Série A

Mateus Gonçalves e Cláudio Winck marcaram os dois gols do Sport. Fabrício descontou para o Vasco

futebol_-_sport_na_ilha_do_retiroDa Rádio Jornal
 
O Sport segue vivo na Série A  do  Campeonato Brasileiro. O Leão em confronto direto, derrotou o Vasco da Gama  por 2 x 1 na noite deste sábado (20) na Ilha do Retiro.  Os gols da equipe rubro-negra foram marcados por Mateus Gonçalves e  Cláudio Winck. Fabrício marcou o tento de honra dos visitantes.  O jogo teve dois tempo distintos. Enquanto na etapa  inicial a partida foi marcada pelo equilíbrio, no segundo tempo  o Sport mandou  no jogo. No  fim, em tons dramáticos e pênalti perdido por Gabriel,  o Leão segurou a vitória. 

Mesmo com  a vitória,  o Sport segue na 19ª colocação agora com 30 pontos , mas segue vivo na competição . O próximo desafio do Leão será diante do Grêmio  no próximo sábado (27)  no Rio Grande do Sul. 

Primeiro tempo igual

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio entre as duas equipes. O Vasco foi para a partida com a proposta de sair no contra-ataque, para isso a equipe Cruzmaltina atuava com duas linhas, dificultando as ações do Sport pelo meio campo.  Sentindo a dificuldade, o Leão passou a jogar pelas laterais na esperança de passa pelo sistema vascaíno.

Pelo lado esquerdo, Sander ficou boa parte do início do jogo preso sem poder subir para não dar espaço para Pikachu. Do lado direito, Claudio Wink ainda conseguiu finalizar três vezes, mas se perigo.

Aos 16 minutos Michel Bastos recebeu na pequena área e cabeceou no travessão. No lance seguinte, Pikachu se chocou com Sander e precisou ser substituído. O atleta não gostou nada e saiu irritado de campo. A partir da saída do meia vascaíno, a partida tomou novos contornos. Com mais espaços para atacar, o Sport chegou ao primeiro gol com Mateus Gonçalves aos 24 minutos. A jogada foi construída por Sander no lado esquerdo e tocou para Mateus. O atacante limpou do marcador e bateu de chapa no ângulo de Fernando Miguel.

Após o gol o time pernambucano apresentou uma melhora e passou a comandar as ações da partida. Até que aos 38 na falha do sistema defensivo da equipe rubro-negra, o Vasco chegou ao empate.

Após cruzamento da direita, Willian Maranhão dividiu com a zaga e a bola sobrou limpa para Fabrício, que teve a frieza para tirar Mailson da jogada e mandar para o fundo do gol.

Ainda no fim da etapa inicial, Rafael Galhardo cobrou uma falta com muito perigo obrigando Mailson a fazer boa defesa.

O gol do desempate

Na etapa complementar o Sport voltou mais acesso em busca do gol de desempate. O Leão imprimiu um ritmo forte, mas a defesa do Vasco se defendia bem.  Aos nove minutos Claudio Winck arriscou de fora da área, a bola desviou e quase enganou o goleiro Fernando Miguel.

A insistência do Sport surtiu efeito aos 22 minutos. Mateus Gonçalves fez boa jogada pela esquerda, mas parou em Fernando Miguel. Sander pegou a sobra e cruzou para Cláudio Winck cabecear firme. O goleiro do Vasco ainda tocou na bola, mas não evitou o gol.

Três minutos depois, lá estava Claudio Winck para aterrorizar a defesa rival. O lateral fez boa jogada com Rogério e finalizou de bico, quase ampliando a vantagem.

Árbitro anula o 3º gol

Aos 34 minutos Claudiio Winck cruzou a bola na área que chegou para Andrigo. O meia dominou, dribou Fernando Miguel e finalizou para o fundo das redes, mas depois de alguns segundos, o assistente alertou o árbitro para a posição irregular do jogador.        

Pênalti perdido e reclamação do Vasco

  No final da partida Gabriel foi derrubado na pequena área e o quarto árbitro marcou pênalti para o Sport.  O meia foi para a cobrança e parou em Fernando Miguel.  No lance seguinte Giovanni Augusto tentou cavar um pênalti para o Vasco, mas o juiz não marcou. Os jogadores  da equipe carioca reclamaram muito, mas  o árbitro não marcou e a partida terminou Sport 2 x 1 vasco.

Ficha do jogo:

 Sport: Mailson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Sander; Marcão Silva, Jair, Gabriel, Michel Bastos (Nonoca) e Mateus Gonçalves (Andrigo); Hernane (Rogério). Técnico: Milton Mendes.

Vasco: Fernando Miguel; Rafael Galhardo, Werley, Leandro Castan e Ramon; Desábato (Bruno Consedey), Willian Maranhão, Bruno Ritter, Fabrício e Pikachu (Andrés Ríos); Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio.

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires.

Gols: Mateus Gonçalves, aos 24 min do 1ºT; Fabrício, aos 48 min
do 1ºT; Cláudio Winck, aos 22 min do 2ºT.

Cartões amarelos:
Rafael Galhardo e Leandro Castan (V).

Público: 13.860

Comentários

Outras notícias