Black Friday Ubannet

16/10/2017 às 09h12m - Atualizado em 16/10/2017 às 18h11m

Paraíba: Polícia Militar prende 72 suspeitos em operações no 'feriadão' de 12 de outubro

Segundo levantamento da PM, cerca de 40% dos presos são reincidentes no crime.

blitz_pb3

Operações da Polícia Militar realizada durante o feriadão de 12 de outubro na Paraíba resultaram na prisão de 72 suspeitos de vários crimes. Conforme levantamento da Polícia Militar divulgado nesta segunda-feira (16), pelo menos cerca de 40% dos suspeitos presos são reincidentes no crime. Além das prisões, a Polícia Militar apreendeu 41 armas de fogo, 103,6 kg de maconha, 109 papelotes de cocaína e 106 comprimidos de anfetamina e artane. Informações do G1 PB.

O caso mais relevante foi registrado no bairro de Mandacaru, em João Pessoa, na madrugada do sábado (14). Um homem de 22 anos, suspeito de chefiar o tráfico de drogas na comunidade Porto de João Tota, foi preso com quase 100 kg de maconha enterrada no quintal de casa.

Em outro caso, um homem de 29 anos foi preso em Jaguaribe com uma pistola calibre 380 após ser flagrado por moradores atirando para cima com objetivo de intimidar as pessoas que passavam pelo local. A Polícia Militar perseguiu o suspeito e conseguiu prendê-lo. Segundo a PM, ele tem passagens pela polícia por formação de quadrilha, tráfico de drogas, porte ilegal de arma e por envolvimento com explosões a bancos e arrombamentos de lojas de departamento, inclusive com a participação de criminosos do Mato Grosso.

Ao todo, foram mobilizados 2.500 policiais para as operações Nômade, Malhas da Lei, Saturação e Impacto, que foram realizadas desde 0h da última quinta-feira até a madrugada desta segunda-feira (16), em todo o estado. A maior delas foi a Impacto, que ocupou bairros e comunidades das cidades de João Pessoa e Santa Rita, na noite da sexta-feira e madrugada do sábado.

Das 72 prisões realizadas nas operações, 39 foram por porte ilegal de arma; nove em cumprimento a mandados de prisão por roubos e crimes contra a vida; oito por roubo; sete por tráfico; três por furto; três por tentativa de latrocínio; e três por homicídio ou tentativa de homicídio.

Comentários

Outras notícias