GB Bateiras

11/10/2017 às 22h26m - Atualizado em 12/10/2017 às 07h52m

Polícia Federal prende 56 e apreende toneladas de cocaína em operação

Cerca de 450 policiais federais participaram da operação cumprindo 104 mandados de busca e apreensão, 45 de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 12 conduções coercitivas

operacao__pf

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (10), as operações Oceano Branco e Contentor para combater grupos criminosos de tráfico internacional de cocaína com atuação em Pernambuco, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraíba e Rio de Janeiro. Em conjunto com a Receita Federal, as ações fazem parte de investigações que já levaram à apreensão de 10 toneladas de drogas no Brasil e Europa.

Até 10h, a operação Contentor prendeu 25, enquanto a Oceano Branco, 31. Um suspeito segue foragido no exterior. Os investigados podem ser indiciados pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico internacional de entorpecentes, além de falsificação de documentos e uso de documentos falsos. Caso condenados, podem receber penas 25 anos de prisão, para cada evento de tráfico internacional, além de dez anos de reclusão por associação.

Segundo a PF, a Operação Contentor resultou na apreensão de cerca de duas toneladas de cocaína tanto no Brasil quanto na Bélgica. A droga, conforme as autoridades, era adquirida na fronteira através da Bolívia e entrava no território brasileiro.

“As investigações revelaram que as quadrilhas atuavam de forma similar, inserindo clandestinamente cargas de entorpecente em contêineres com mercadorias lícitas a serem exportadas, via de regra, para países europeus. Nas duas operações, houve apreensões de droga no país e no exterior, em procedimentos de cooperação policial internacional”, diz a PF.

A investigação apurou ainda que os suspeitos vinham embarcando grande quantidade de cocaína através de contêineres que partiam do Complexo Portuário Itajaí-Navegantes, em Santa Catarina, escondida em cargas de mercadorias como bobinas de aço, abacaxi em latas e blocos de granito.

Cerca de 450 policiais federais participaram da operação cumprindo 104 mandados de busca e apreensão, 45 de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 12 conduções coercitivas e diversos sequestros de bens móveis e imóveis. A justiça determinou também o bloqueio de contas bancárias.

No Recife

No Recife, a Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão preventiva e busca apreensão, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, contra um empresário de 41 anos. O suspeito tem uma empresa no ramo de alimentos em Santa Catarina. Além disso, na Boa Vista, área central da capital, foi cumprido um mandado de condução coercitiva em desfavor de uma mulher. Após ser ouvida, ela será liberada. Já o homem será enviado para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), onde ficará à disposição da Justiça Federal de Santa Catarina.

Comentários

Outras notícias