Black Friday Ubannet

08/10/2016 às 09h54m

Náutico bate Brasil de Pelotas e está no G4

Foi a quinta vitória seguida sob o comando de Givanildo Oliveira no Brasileiro da Série B

No dia do centésimo jogo do alvirrubro na Arena de Pernambuco e do jogo cem do lateral-esquerdo Gastón pelo Timbu, o Náutico mais uma vez fez seu torcedor pular de alegria, nesta sexta-feira (7).

Afinal, com gols de Bergson aos 44 minutos, do primeiro tempo, e após chute de de Rony que terminou desviando em Marcão, aos 37, do segundo, time bateu o Brasil de Pelotas por 2x0, conquistando a sua quinta vitória seguida no Brasileiro da Série B. Resultado que levou o Náutico ao terceiro lugar da competição, com 48 pontos. A trigésima rodada, porém, terá seu complemento neste sábado (8).

O jogo começou equilibrado com muita marcação de ambos os lados de campo. Pelo lado timbu Marco Antônio e Vinícius tentavam criar as jogadas e encostar-se ao ataque. Mas, bem postado em campo, o Brasil conseguia anular as principais investidas do Náutico.

Tanto que o primeiro bom lance do Alvirrubro só aconteceu, aos 15 minutos. Bergson fez jogada pela direita e tocou para Vinícius que foi derrubado na entrada da área. Marco Antônio cobrou e a bola bateu na barreira. No rebote, o próprio Marco Antônio mandou para longe do gol.

Mesmo timidamente, o Náutico voltou a ameaçar a meta do goleiro Eduardo Martini, aos 22 minutos. Vinícius chegou bem pela direita e cruzou. Por pouco Bergson não chega para abrir o placar. Dois minutos depois, Vinícius arriscou de longe e por pouco não surpreende o goleiro Eduardo Martini.

Com o adversário limitando-se à marcação e apenas chegando com bolas alçadas para a área, os lances eram raros. Melhor, o Timbu teve mais uma chance após cobrança de falta de Marco Antônio, aos 37. Rafael Pereira cabeceou para o meio e Eduardo Martini evitou o pior.

Apesar do jogo até certo ponto “morno”, Rafael Pereira cabeceou para o meio e Eduardo Martini evitou o gol. Quando o primeiro tempo se encaminhava para terminar 0x0, o volante Washington do Brasil chutou a cabeça de Marco Antônio e foi expulso. Logo em seguida, aos 44, Marco Antônio lançou Bergson, que dominou nas costas do zagueiro e tocou no canto esquerdo de Eduardo Martini: 1x0.

No segundo tempo, o Náutico voltou com Renan Oliveira em lugar de Rodrigo Souza, que sentiu um desconforto muscular. Com um a mais, o Timbu seguiu mandando no jogo em termos ofensivos. Aos 9, Rony cruzou e a bola sobrou para Bergson, que quase marca o segundo.

Não demorou e, aos 15, Rony cruzou, mas Vinícius chegou atrasado no lance. A resposta veio aos 18 em chute de Felipe Garcia. Julio Cesar fez defesa de pagar ingresso. Aos 21, Marco Antônio saiu para a entrada de Eurico para fechar um pouco mais a marcação.

Aos 37, a alegria aumentou quando Rony puxou contra-ataque e bateu para o gol. Marcão tentou desviar e a bola morreu no fundo do gol: 2x0.

Por: Márcio Cruz/Comunicação Náutico

Comentários

Outras notícias