05/10/2017 às 04h22m - Atualizado em 07/10/2017 às 01h50m

Agricultores de Timbaúba comemoram a totalidade de regularização e títulos de terra

O trabalho de regularização das famílias rurais do assentamento Panorama, localizado em Timbaúba, representa modelo de parceria exitosa entre o Iterpe e a associação de agricultores.

panorama-posse_de_terra-_iterpe Outras informações sobre Timbaúba clique no link: https://goo.gl/eFVsEf

A entrega dos 180 títulos de acesso à terra, realizada nesta quarta-feira (04), no assentamento Panorama, localizado em Timbaúba, é símbolo de sucesso no processo de regularização das terras concedidas pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, através do Iterpe. A cerimônia realizada no final da tarde reuniu massivamente as famílias rurais que lá vivem, que foi palco da celebração de um trabalho considerado modelo de processo no diálogo entre o grupo organizado de famílias rurais e o Estado de Pernambuco. A ocasião iniciou com a realização de missa, prosseguiu com a entrega de títulos de acesso à terra e finalizou com a partilha de um bolo em comemoração.

Os títulos de Concessão de Direito Real de Uso da Terra garantiram às 180 famílias rurais a permanência na terra por mais cinco anos. O ato permite que eles utilizem os 540 hectares para produzirem e acessarem o leque de políticas públicas rurais com o objetivo de promover o desenvolvimento na terra com maior dignidade do ponto de vista social e econômico.

"Agradeço a todos os presentes, em especial toda a equipe do Iterpe e à liderança da Associação dos Moradores de Panorama, D. Creuza Maria Fernandes, porque com muito foco e determinação, dedicaram um trabalho incessante para avançar todo o processo de regularização das famílias rurais do assentamento", reforçou o presidente do Iterpe, Paulo Lócio, que durante a ocasião homenageou a liderança feminina de Panorama.

Considerada uma figura mais respeitada e emblemática na história das lutas camponesas na zona da Mata Norte, a D. Creuza Maria, 70 anos, mãe de três filhos, é líder do assentamento estadual Panorama, agricultora e professora, dedica o seu trabalho na integração e permanência das famílias rurais desde o período de criação do assentamento há mais de 20 anos.

Da Assessoria de Comunicação ITERPE

Comentários

Outras notícias