02/10/2017 às 08h28m - Atualizado em 02/10/2017 às 11h06m

Operação Bar Seguro vistoria 1.145 estabelecimentos em nove meses

Fiscalizações em bares e restaurantes de Pernambuco resultaram em 654 interdições

Operação Bar Seguro vistoria 1.145 estabelecimentos em 9 meses

A Operação Bar Seguro atingiu a marca de 1.145 estabelecimentos vistoriados em Pernambuco em apenas nove meses de realização. Uma das estratégias do Governo do Estado no combate à criminalidade, a ação resultou na interdição de 654 bares, restaurantes e outros estabelecimentos irregulares. Capitaneada pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBMPE), ela conta com apoio da Polícia Militar (PMPE) e de órgãos das prefeituras. Nas 1.145 vistorias, 400 estabelecimentos receberam notificações do Corpo de Bombeiros e apenas 91 encontravam-se regulares.

Segundo o tenente-coronel do CBMPE Erick Aprígio, que coordena a Bar Seguro, o índice de irregularidades tem sido alto. “Em média, um percentual de 60% dos estabelecimentos são interditados na Operação Bar Seguro. Muitos desses locais são o nascedouro de tráfico de drogas, prostituição infantil e homicídios, por isso é importante levar a essas comunidades uma ação integrada”, revela.

Durante as abordagens, os bombeiros militares também avaliam se bares, restaurantes e qualquer ocupação que reúna público estão em dia com licenças e alvarás que permitem o funcionamento. Além disso, verificam se os locais estão vulneráveis a explosão ou choque elétrico. Analisam, ainda, se os ambientes estão preparados para permitir uma rápida saída das pessoas em caso de incêndio ou outra situação de risco.

Enquanto os integrantes do Corpo de Bombeiros fiscalizam, equipes da PM abordam frequentadores em busca de armas ou outros objetos ilícitos, evitando potenciais crimes. De acordo com o tenente-coronel Erick Aprígio, as duas corporações atuam de maneira integrada para realizar a operação, com o objetivo de proporcionar uma maior segurança para a população.

“Não fiscalizamos apenas bares, mas todos aqueles estabelecimentos que reúnam pessoas ou promovam festividades. Para atuarmos de forma estratégica, a Polícia Militar e a Secretaria de Defesa Social (SDS) fornecem os índices de criminalidade de cada área. A partir desses dados, fazemos nosso planejamento de atuação”, explica o oficial.

MUNICÍPIOS – Com base nas informações estratégicas, a iniciativa percorre tanto a Região Metropolitana quanto a Zona da Mata, o Agreste e o Sertão. Entre os municípios abrangidos pela Operação Bar Seguro neste mês de setembro estão Cabo de Santo Agostinho, Lagoa de Itaenga, Lajedo, Paulista (no bairro de Maranguape), Recife (em Apipucos e Nova Descoberta) e Salgueiro.

As prefeituras são convidadas a participar da Bar Seguro com órgãos que podem auxiliar o trabalho, a exemplo da Vigilância Sanitária, do Controle Urbano e do Conselho Tutelar. Com a articulação de Bombeiros, PM e município, é possível avaliar também as condições de iluminação pública, manutenção urbana e videomonitoramento, fatores que auxiliam no combate ao crime.

Comentários

Outras notícias