Black Friday Ubannet

01/10/2016 às 10h26m - Atualizado em 01/10/2016 às 10h33m

Em Camutanga,candidatos são indiciados por compra de voto

Segundo a polícia, eleitores estariam recebendo de Doda Soares e seu vice Ricardo Godoy benefícios como material de construção, próteses, valores em espécie, passagens áreas, combustível, custeio de e

Uma operação conjunta entre Polícia Federal e Ministério Público de Pernambuco, com apoio das polícias Civil e Militar, identificou indícios de crime eleitoral no município de Camutanga, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, na sexta-feira (30). Em imóveis pertencentes ao candidato a prefeito José Soares da Fonseca, o Doda Soares (PR), e do candidato a vice Ricardo Godoy (PMDB) foi encontrado vasto material indicando compra de votos.

Entre as apreensões, estão relação de eleitos e benefícios como material de construção, próteses, valores em espécie, passagens aéreas, combustível, custeio de exames e medicamentos. A operação também confiscou quase R$ 30 mil em espécie.

Tanto Doda Soares quanto Ricardo Godoy não estavam nos locais no momento do cumprimento dos mandados. O material apreendido está sob análise da Polícia Federal, que deve instaurar inquérito e indiciar os responsáveis. Segundo a PF, entre as apreensões está uma lista contendo valores em torno de R$ 1 milhão somente em votos comprados criminosamente.

O crime de compra de voto está previsto no Artigo 299 do Código Eleitoral. A pena prevista é de até quatro anos de reclusão mais multa. Como não foram encontrados e ainda vão responder ao inquérito, a dupla continua concorrendo na votação do domingo (2).

Do Leia Já

Comentários

Outras notícias