Black Friday Ubannet

30/09/2016 às 13h33m

OAB-PE pede prisão da presidenta do Sindicato dos Bancários de Pernambuco

O órgão também solicitou uma multa de R$ 100 mil por dia de greve

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - PE entrou na Justiça para pedir a prisão da presidenta do Sindicato dos Bancários de Pernambuco Suzineide Rodrigues. A ação também solicita o aumento da multa diária de R$ 10 mil para R$ 100 mil. A greve dos bancários já dura 23 dias, maior período de paralisação desde 2004. Anteriormente, a OAB-PE já havia conseguido uma liminar para garantir a abertura de 30% das agências durante a greve.

Ontem à noite, terminou sem acordo a reunião entre a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e o Comando Nacional dos Bancários, em São Paulo. Essa é décima rodada de negociação, que começou com a entrega da pauta de reivindicações dos trabalhadores no dia 9. Na última assembleia da categoria em Pernambuco, na dia segunda-feira, decidiu-se acatar a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que sugeriu através da superintendência da Caixa Econômica Federal o funcionamento da agência Aeroporto para pagamento dos alvarás.

No encontro, os bancários decidiram rejeitar à convocação por parte do Sindicato, como requer a OAB, dos funcionários que estão em exercício legal e legítimo do direito à greve para realizar a quitação de alvarás. Quem vence uma ação na Justiça precisa dos alvarás para ter acesso ao depósito judicial.

Reivindicações

Os trabalhadores reivindicam reajuste de 14,78%, sendo 5% de aumento real, considerando inflação de 9,31%; participação nos lucros e resultados (PLR) de três salários acrescidos de R$ 8.317,90; piso no valor do salário-mínimo do Dieese (R$ 3.940,24), e vales alimentação, refeição, e auxílio-creche no valor do salário-mínimo nacional (R$ 880). Também é pedido décimo-quarto salário, fim das metas abusivas e do assédio moral.

Atualmente, os bancários recebem um piso de R$ 1.976,10 (R$ 2.669,45 no caso dos funcionários que trabalham no caixa ou tesouraria). A regra básica da participação nos lucros e resultados é 90% do salário acrescido de R$ 2.021,79 e parcela adicional de 2,2% do lucro líquido dividido linearmente entre os trabalhadores, podendo chegar a até R$ 4. 043,58. O auxílio-refeição é de R$ 29,64 por dia.

Comentários

Outras notícias