Black Friday Ubannet

27/09/2016 às 09h33m

Diego Souza e Derley podem pegar três jogos de suspensão por expulsões no clássico

Além disso, Sport e Santa correm risco de perderem mando de campo por objetos atirados no gramado da Ilha do Retiro após quarto gol leonino.

Do Superesportes

As confusões ocorridas no clássico entre Sport e Santa Cruz, no último dia 11, na Ilha do Retiro, serão julgados na próxima quarta-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Expulsos no segundo tempo da partida, após troca de ameaças e xingamentos, o meia rubro-negro Diego Souza e o volante Derley por ato desleal ou hostil podem ser punidos com suspensão de até três partidas.

Caso recebam a pena máxima, Diego Souza ficará de fora do duelo do próximo sábado, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, e diante do São Paulo, no dia 5, na Ilha. Já Derley desfalcaria o Santa na próxima segunda-feira, contra o líder Palmeiras, no Arruda, e também diante do Flamengo, no dia 9.

Na súmula da partida, o árbitro Leandro Pedro Vuaden deu detalhes da expulsão dos dois jogadores. Sobre o cartão amarelo aplicado a Diego Souza, o texto diz que o camisa 87 precisou ser contido pelos companheiros ao deixar o gramado. "Por ameaças verbais e gesticular ostensivamente, proferindo as seguintes palavras: 'quando terminar o jogo vamos acertar as contas, vou mostrar quem manda aqui, de hoje não passa', contra o atleta adversário. O referido atleta (Diego Souza) precisou ser contido pelos companheiros, evitando assim tumulto."

Com relação a Derley, o texto também não ameniza. E novamente ressalva a necessidade da intervenção dos outros jogadores na confusão. "Após ter sido ameaçado pelo atleta adversário, nº 87, Diego de Souza Andrade, conforme relato no quadro respectivo, revidou proferindo o seguinte: 'Então tá, de hoje não passa mesmo, tu só quer fazer confusão.' O mesmo também utilizou gestos claros no sentido de, após o jogo, ter um enfrentamento. O atleta citado foi contido por companheiros para evitar tumulto."

Clubes
Além dos dois jogadores, os clubes também podem ser punidos pelos objetos atirados pela torcida coral na comemoração do quarto e do quinto gol rubro-negro, na vitória, de virada por 5 a 3. Tanto o Sport, mandante da partida, como o Santa Cruz, responsável pela torcida infratora, foram denunciados no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e podem receber pena é de multa entre R$ 100 e R$ 100 mil.

Se for confirmada infração de elevada gravidade, as equipes correm o risco também de serem punidas com perda de mando de campo.

Comentários

Outras notícias