Black Friday Ubannet

23/09/2016 às 14h51m - Atualizado em 26/09/2016 às 16h17m

Em Timbaúba, deputado federal Pastor Eurico ratifica apoio à reeleição de Júnior Rodrigues na noite da quinta-feira (22)

Conhecido nacionalmente por ser radicalmente contrário a legalização dos jogos de azar, o parlamentar da Assembleia de Deus fez um discurso emocionante em comício da Frente Popular de Timbaúba, no Bai

Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional é composta por 199 deputados e 4 senadores.

A Frente Popular de Timbaúba realizou mais uma grande concentração política com o intuito de mostrar as propostas dos candidatos majoritários e também dos 26 candidatos a vereador que concorrem a uma vaga na Casa Doutor Manoel Borba. Desta vez no Bairro Cesar Augusto, Júnior Rodrigues e o seu vice na chapa, o Professor Erico, puderam mostrar em poucos palavras um pouco do que já foi feito e o que pretendem fazer.

A presença do deputado federal Pastor Eurico (PHS-PE), que é membro da Frente Parlamentar Evangélica, do Congresso Nacional, além de ser um grande reforço para a candidatura Júnior e Erico, abrilhantou ainda mais a noite. Militantes presentes ficaram atentos, com um discurso enriquecedor que durou mais de mais de 20 minutos, o parlamentar enalteceu a atual gestão, lembrando que não é só Timbaúba que vem tendo dificuldades financeiras.

“É uma crise nacional que atinge estados e todos os municípios, Timbaúba tem o privilégio de ter um gestor honesto e competente que apesar das dificuldades vem promovendo o crescimento do município”, disse o deputado e pastor da igreja Assembleia de Deus.

O evangélico continuou dizendo aos timbaubenses que o também congressista, ex-prefeito de Timbaúba, Marinaldo Rosendo, em uma grande demonstração de quanto gosta de sua cidade, praticou uma ação inédita no Brasil, fez a doação de quase três milhões e meio de Reais para o município e tudo registrado em cartório.

Com dois mandatos na Câmara Federal, sendo eleito em 2010 com 185.870 e em 2014 com 233.762, deputado Pastor é conhecido nacionalmente por ser radicalmente contrário à aprovação do Projeto de Lei n°442/1991 que propõe a legalização dos jogos de azar no Brasil, pois segundo ele muitas famílias serão destruídas. “Vão pegar tudo o que têm e jogar nos cassinos, nos jóqueis, em todo esse tipo de jogo. Vão perder tudo”, declarou. O pastor disse ainda que a legalização dos jogos de azar no Brasil abre a porta para corruptos lavarem dinheiro.

LEIA TAMBÉM:

Comentários

Outras notícias