Black Friday Ubannet

22/09/2016 às 10h32m

Santa Cruz se complica na Sul-Americana

Independiente Medellín vence por 2x0 e tem vantagem para jogo do Recife

Da Folha de Pernambuco

O primeiro jogo oficial em uma competição internacional da centenária história do Santa Cruz não se desenrolou como o planejado. Em Medellín, no estádio Atanasio Girardot, os tricolores acabaram derrotados por 2x0, para o Independiente. O placar dá a vantagem de uma derrota por um gol de diferença aos colombianos no segundo jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Os pernambucanos se classificam apenas com uma vitória por três gols de diferença, ou em caso 2x0 favorável, após a disputa dos pênaltis. O próximo jogo será na próxima quarta-feira, às 21h45, no estádio do Arruda.

Final de primeiro tempo, posse de bola: Independiente 68% x 32% Santa Cruz. O dilatado número a favor da equipe colombiana não significou total domínio dos anfitriões frente ao time pernambucano. Os corais fizeram um jogo proposto pela sua escalação, com três volantes recheando o meio de campo. A postura defensiva parecia dar resultado até os 38 minutos, quando Hechalar recebeu livre na grande área e fuzilou as redes de Tiago Cardoso.

Apesar da má campanha na Série A do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz tem nomes de destaques na competição. Três deles não estiveram em Medellín, por opção técnica. Léo Moura, na lateral direita; João Paulo, no meio de campo; e, principalmente, Keno, no ataque. Todos foram poupados por Doriva, que visa à partida contra o Figueirense, no próximo domingo. E a falta dos atletas foi sentida no jogo.

Partindo do princípio que os tricolores apostam nos contra-ataques para buscar seus pontos na Série A, todos os três ausentes tem contribuído bastante para a construção das jogadas ofensivas da equipe. Com Danilo Pires na lateral direita, e três volantes marcadores no meio de campo, faltou saída de bola. Apesar disso, o Independiente Medellín colocou mais temor antes da partida que durante o jogo. Sua vitória foi imposta muito mais pela força que pela qualidade técnica.

Após o intervalo, o Santa Cruz tentou ser mais agressivo. Mesmo assim, o Independiente Medellín se manteve perigoso diante da meta de Tiago Cardoso. Nos primeiros minutos do segundo tempo, foram os anfitriões que tiveram mais próximos do segundo gol que os tricolores do empate. A partida, inclusive, promoveu a estreia do meia Mazinho, com a camisa do coral, mas o jogador pouco contribuiu. Até quando a equipe colombiana tirou o pé, na parte final do jogo, os pernambucanos pareciam sem força para uma reação. Nos minutos finais do jogo, o esperado aconteceu: Cortes fechou o placar aos 42 minutos.

FICHA DE JOGO

INDEPENDIENTE MEDELLÍN

González; Piedrahita, Mosquera, Arias e Valencia; Cabezas, Moreno, Hernández (Atuesta) e Molina; Hechalar (Cortes) e Caicedo. Técnico: Hubert Bodhert

SANTA CRUZ

Tiago Cardoso; Danilo Pires, Neris, Danny Morais e Allan Vieira; Wellington Cezar (Jadson), Uillian Correia, Derley e Pisano (Marion); Arthur (Mazinho) e Grafite. Técnico: Doriva

Local: Estádio Atanasio Girardot Sports Complex, em Medellín (COL).
Horário: 21h45.
Árbitro: Raúl Orosco (FIFA/BOL).
Assistentes: Juan Montaño e José Antelo (Ambos BOL).
Gols: Hechalar (aos 38 do 1ºT); Cortes (aos 42 do 2ºT)
Cartões amarelos: Hernández (Independiente Medellín); Allan Vieira, Danny Morais (Santa Cruz)
Público e renda: Não divulgados

Comentários

Outras notícias