Black Friday Ubannet

14/09/2018 às 09h40m - Atualizado em 14/09/2018 às 09h45m

14 de setembro, Dia Nacional do Frevo

O ritmo contagiante que nasceu em Pernambuco, conquistou o Brasil e foi declarado como Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade, em 2012, pela Organização das Nações Unidas.

carnavalInformações JC Online
 
Quem é Pernambucano sabe que  9 de Fevereiro é comemorado no Recife o Dia do Frevo. A data simbólica registra o dia em que a palavra 'frevo' foi publicada no jornal pela primeira vez. No entanto, neste dia 14 de Setembro, também foi instituído o Dia Nacional do Frevo, reconhecido no calendário oficial do Brasil.

Segundo informações da Agência Senado, o Dia Nacional do Frevo é comemorado no dia 14 de Setembro em homenagem à data de nascimento do jornalista Osvaldo da Silva Almeida, apontado como um dos criadores da palavra "frevo". O mais pernambucano de todos os ritmos embala o carnaval e arrasta multidões pelas ruas do Recife e pelas ladeiras de Olinda há mais de um século.

De acordo com o jornalista e historiador recifense Leonardo Dantas Silva, a primeira denominação do frevo foi "marcha carnavalesca pernambucana", uma mistura criativa de danças e músicas: "O frevo, originalmentalmente, vem do repertório das bandas de música. Tocavam o dobrado, as chamadas marchas militares, mas também tocavam polca, maxixe, entre outras composições. Na mistura do dobrado e da polca marcha, acontece a chamada 'marcha carnavalesca pernambucana', que surgiu no final do século 19 e a partir do século 20, em 1907, recebeu o nome do frevo", relatou.

carnaval_galo

PATRIMÔNIO

O som contagiante das bandas marciais, fanfarras e orquestras de metais nasceu em Pernambuco, conquistou o Brasil e foi declarado como Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade, em 2012, pela Organização das Nações Unidas.

Seja o frevo de rua, canção ou de bloco, inspirou artistas de todo o Brasil como Gilberto Gil, Tom Jobim e Vinícius de Moraes. O ritmo foi eternizado nas letras e na voz de músicos como Nelson Ferreira, Capiba, Antônio Maria, os irmãos Valença, Claudionor Germano, Expedito Baracho, entre outros.

Especialistas indicam que a origem do nome frevo venha da palavra 'ferver', ou 'frever' na linguagem popular. O ritmo que tem Vassourinhas como seu principal 'hino', agita o carnaval pernambucano em todas as regiões. E para quem está ansioso, faça a contagem regressiva. A partir de hoje, o frevo vai dominar as ruas do Estado novamente daqui a 167 dias.

Comentários

Outras notícias