Black Friday Ubannet

11/09/2018 às 11h08m - Atualizado em 11/09/2018 às 11h39m

Perseguição policial deixa mãe e filha de nove meses baleadas

Polícia estava no encalço de um suspeito de roubos de carro, pai da criança. Ainda não se sabe de onde partiu o tiro que atingiu as vítimas.

perseguicao_policial 

Uma perseguição policial contra um suspeito de assalto terminou com duas pessoas baleadas, incluindo uma bebê de apenas nove meses, e outras duas atropeladas, no início da tarde desta segunda-feira (10), na Avenida Doutor Belmino Correia, em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife. A operação deflagrada pela Delegacia de Carpina pretendia desarticular uma quadrilha especializada em roubo de carros.

Após a prisão de dois suspeitos em São Lourenço da Mata, foi armada uma campana para a captura dos demais membros do bando. Natanael Silveira, no entanto, tentou fugir em um carro com vidro fumê. Durante a perseguição, houve troca de tiros. A esposa e a filha do suspeito foram atingidas. Mesmo não estando ferido, ele perdeu o controle do veículo, subiu a calçada, passou por cima de duas motos e só parou depois de atropelar duas mulheres. Toda a cena foi registrada por câmeras de segurança dos estabelecimentos da via.

Somente após as perícias no veículo e o exame de balística será possível afirmar de onde partiu o tiro que atingiu a pequena Lívia Soares Silveira e a mãe dela, Sara Silva Soares. A perseguição foi feita por duas viaturas da Polícia Civil descaracterizadas. O carro em que o suspeito estava, um Prima, de placas  PDB-4725, era roubado.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil de Pernambuco ressaltou que as vítimas foram socorridas por populares antes da chegada dos policiais ao local. Também foi dito que os tiros poderiam ter sido disparados pelo próprio Natanael. A operação foi deflagrada pela delegada Bárbara Fort. Com o suspeito, foi encontrada uma quantidade de maconha e um revólver.

Lívia Soares foi atingida no abdômen, e o tiro transfixou pelas nádegas. A bebê está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Pediátrica do Hospital da Restauração com estado de saúde considerado grave. A mãe foi atingida no tórax e passa por cirurgia. A especulação é que a criança estivesse no colo de Sara, e o mesmo projétil acertou as duas.

Informaçõe: Portal OP9

Comentários

Outras notícias