Black Friday Ubannet

11/09/2016 às 11h55m - Atualizado em 11/09/2016 às 12h10m

Em operação rápida, Polícia Militar captura oito dos 12 internos que conseguiram escapar do CASE de Timbaúba

Poucas horas depois da fuga, eles foram encontrados nos municípios de Timbaúba, Aliança e Nazaré da Mata

A Polícia Militar informou ao Timbaúba Agora que já capturou oito dos 12 internos que fugiram do CASE (Centro de Atendimento Socioeducativo) de Timbaúba. Eles foram encontrados nos município de Timbaúba, Aliança e Nazaré da Mata, durante o sábado (10).

Os primeiros internos capturados estavam no Distrito de Caueiras, em Aliança. Por volta das 8h30, a PM capturou cinco adolescentes e os conduziu para Delegacia de Polícia de Plantão em Nazaré da Mata. Logo em seguida, eles foram levados para o CASE de Timbaúba.

Em Timbaúba, dois internos foram encontrados nas proximidades da garagem da Usina Cruangi, por volta das 13h30. Eles foram detidos pela PM e conduzidos para unidade.

Por volta das 21 horas, mais um interno foi localizado e detido pelo efetivo policial na rua G, loteamento Celpe, na cidade de Nazaré da Mata. O adolescente foi conduzido de volta para unidade pelo efetivo GATI ALFA.

O efetivo policial também informou ao site Timbaúba Agora, que os menores não sofreram nenhum tipo de agressão física ou psicológica.

Relembre o caso

O motim foi registrado na unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Timbaúba na noite desta sexta-feira (9). De acordo com o batalhão de Polícia Militar responsável pela área, ao menos 12 jovens infratores conseguiram fugir da unidade durante a confusão. Esse é o segundo motim em dois dias.

O jovens atearam fogo em colchões e lenções, além de terem quebrado as grades de algumas celas, segundo a PM. O fogo foi controlado ainda durante a madrugada e os adolescentes foram colocados nas celas. Durante a contagem, verificou-se a fuga dos jovens.

Confusão

Na noite do dia 7 de setembro, jovens internos da unidade da Funase de Timbaúba queimaram colchões e destruíram instalações do prédio.Para conter a rebelião, foram acionados policiais do Grupo Tático Itinerante (Gati), além de equipes do 2º Batalhão e da 3ª Companhia. Os bombeiros participaram da ação e controlaram as chamas. A rebelião foi controlada durante a madrugada da quinta-feira (8).

LEIA TAMBÉM:

Comentários

Outras notícias