Black Friday Ubannet

29/08/2018 às 04h48m - Atualizado em 29/08/2018 às 20h52m

Celpe registra R$ 28 milhões de energia furtada em Pernambuco

Os principais alvos das inspeções foram estabelecimentos como academias, casas de shows, mercadinhos, padarias, fábricas e hotéis.

celpe-ligacao_clandestinus

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) divulgou o balanço das fiscalizações realizadas para combater o furto de energia no estado. No primeiro semestre de 2018, foram identificadas 31 mil irregularidades em mais de 88 mil inspeções. De acordo com a Celpe, foram recuperados 64 gigawatts hora (GWh) o que seria equivalente para o abastecimento de 510 mil casas ou um município como Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, por dois meses.

Os principais alvos das inspeções foram estabelecimentos como academias, casas de shows, mercadinhos, padarias, fábricas e hotéis. Durante a ação, foram recuperados cerca de R$ 28 milhões em energia furtada. A companhia informa que a energia será dividida para todos os consumidores no reajuste anual caso a fraude não seja constatada, como foi homologado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Celpe informou que já foi feita uma denúncia na Secretaria de Defesa Social, que irá investigar o suposto furto. Caso a suspeita seja confirmada, a concessionária irá notificar o proprietário e cobrar pelo período em que consumiu a energia de forma indevida. Será também cobrada uma multa, como prevê a Aneel. A pena por furto de energia elétrica pode chegar a quatro anos de reclusão, conforme o artigo 155 do Código Penal. Além de ser crime, a Celpe reforça que a atividade representa risco à segurança da comunidade. O furto de energia pode ser denunciado pelo site da Celpe de forma gratuita e anônima.

Comentários

Outras notícias