Black Friday Ubannet

28/08/2017 às 19h53m

Amazonino Mendes, do PDT, é eleito governador do Amazonas

Político venceu Eduardo Braga (PMDB) no 2º turno, em eleição convocada após a cassação de José Melo. É a 4ª vez que ele ocupará o cargo no estado.

urna_eletronica

Amazonino Mendes, do PDT, foi eleito o novo governador do Amazonas neste domingo (27). Ele venceu Eduardo Braga (PMDB) no segundo turno, em eleição convocada após a cassação de José Melo (PROS).
É a quarta vez que ele ocupará o cargo no estado.

Amazonino obteve 782.933 (59,21% ) votos, contra 539.318 (40,79% ) de Braga.

Logo após ser anunciado o vencedor, Amazonino disse à Rede Amazônica: "Nossa preocupação é uma só: arrumar o que está desarrumado, dando valor ao mérito e não aos costumes políticos. Nós vamos reconstruir o Estado do Amazonas. Isso começa logo, mesmo antes de assumir". Na coletiva pós-vitória, afirmou que, "se venceu uma eleição não esperada, entende que essa oportunidade é para fazer uma enorme reflexão". "Importante é o mérito, é o Amazonas, é o seu povo, é sua gente. É esta a nossa bandeira. Nossa bandeira não é grupo político."

O político retorna ao poder após cinco anos longe da vida pública - seu último cargo havia sido o de prefeito de Manaus (2009-2012). Ele não tentou a reeleição ao fim do mandato. Amazonino já ocupou outras três vezes o cargo de governador (foi eleito em 1986 e em 1994, sendo reeleito em 1998). Também foi prefeito de Manaus em outras três oportunidades, além de ter conquistado o mandato de senador da República.

O vice dele é Bosco Saraiva (PSDB), deputado estadual. Sua coligação é formada pelos partidos PDT, DEM, PV, PSDB, PSD, PRB e PSC. No primeiro turno, Amazonino teve 38,77% dos votos válidos. Ele irá ficar no cargo pelo período tampão, até o fim de 2018, já que José Melo, eleito em 2014, foi cassado por compra de votos.
De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas, a diplomação do novo governador e vice vai ocorrer no dia 2 de outubro.

Propostas

Entre as principais propostas de campanha, Amazonino Mendes destacou que pretende reordenar o orçamento e a aplicação de recursos com foco em três áreas:

  • Educação: ele disse que a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) voltará a ter recursos e atuará por meio de parcerias para ofertar cursos de qualificação para suprir a demanda do Polo Industrial
  • Saúde: ele disse que irá garantit o funcionamento pleno de toda a rede hospitalar
  • Segurança: ele disse que fará uma parceria com as Forças Armadas e a Polícia Federal e trocará informações estratégicas com os outros estados para aumentar a segurança, a prevenção e repressão a crimes

Do G1 AM

Comentários

Outras notícias