Black Friday Ubannet

25/08/2017 às 10h53m - Atualizado em 25/08/2017 às 16h26m

Timbaúba: Em Rede Social, cidadão manifesta indignação por não conseguir realizar casamento homoafetivo

João Paulo Lins, comentou no Facebook que foi ao Fórum e Cartório de Registro Civil de Timbaúba mas não conseguiu iniciar os proclames para a realização do casamento com seu companheiro.

casamento_gay

O casamento gay (ou homoafetivo) começou no Brasil em 2013 quando o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) emitiu uma resolução determinando que todos os Cartórios do País realizassem casamentos entre pessoas do mesmo sexo. No início, houve uma certa resistência e na prática os cartórios só faziam a conversão de união estável em casamento, ou seja, o casamento sem cerimônia civil.

Atualmente isso mudou e os casais do mesmo sexo podem ter uma cerimônia no civil no cartório, no buffet, e até mesmo na igreja, ou seja, podem também se casar no Religioso com Efeito Civil.

Na prática o casamento gay é exatamente igual ao casamento convencional, o prazo, os documentos e os valores são os mesmos. Os noivos gays podem escolher o regime de bens, adotar um o sobrenome do outro, e também adotar filhos, não há impedimentos legais à adoção por casais homossexuais.

Mas segundo Joao Paulo Lins, esta determinação não está sendo cumprida em Timbaúba, pois no perfil do eu Facebook, fez uma postagem onde diz ter ido ao Fórum e ao cartório de registro civil do município, mas não conseguiu dar início aos proclames legais para a realização de seu casamento com o companheiro. 

Confira a publicação de João Paulo Lins:

joao_paulo_lins-casamento_gay

Comentários

Outras notícias