Black Friday Ubannet

23/08/2018 às 09h10m - Atualizado em 23/08/2018 às 14h37m

Carro é esmagado por caminhão e motorista fica presa às ferragens no Recife

Condutora de 38 anos foi socorrida com vida ao Hospital da Restauração, na área central da cidade.

acidente_br_-232_recife

Um caminhão e um carro colidiram por volta das 6h40 desta quinta-feira (23), no sentido Recife da BR-232, no Curado, na Zona Oeste da capital. A motorista do carro de passeio ficou presa às ferragens. O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar a vítima do automóvel, que foi esmagado contra a mureta da estrada.

Depois de ser socorrida, a mulher de 38 anos foi levada ao Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife. O transporte da paciente foi feito em um helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS).

A paciente deu entrada no HR às 9h27 e está na unidade de trauma, com fraturas nas pernas e contusões no abdômen. Seu estado de saúde é considerado grave, segundo a unidade de saúde. De acordo com a PRF, a motorista tentava passar da faixa da direita pra da esquerda e não teria visto o outro veículo, que pertence a uma granja e vinha de São Bento do Una.

A médica Francinete Cambuim foi uma das profissionais que atuaram no resgate. Segundo ela, a equipe só conseguiu ter noção da gravidade do acidente após a retirada da mulher das ferragens, já que antes não era possível vê-la.

"Os bombeiros passaram horas tentando resgatar a paciente, ela estava presa nas ferragens, mas consciente e orientada, apesar dos fortes traumatismos. Pela necessidade de rapidez no atendimento, acionamos a equipe aérea. O acidente foi muito grave", disse.

Segundo a PRF, os veículos foram removidos do local e a rodovia foi totalmente liberada por volta das 11h45. O motorista do caminhão permaneceu no local e realizou um teste de alcoolemia. Após o resultado, a corporação constatou que ele não havia ingerido bebida alcoólica.

“Eu passei pouco depois das 7h por lá e o trânsito já estava intenso, mas nos aplicativos de trânsito, esse acidente já estava sendo reportado há mais tempo”, contou o biólogo Rubens Rocha. Segundo ele, o tráfego estava complicado dos dois lados da rodovia.

 

Comentários

Outras notícias