GB Bateiras

21/08/2017 às 09h09m

Homem com deficiência física é agredido e tem cadeira de rodas roubada em Roraima

O homem estava na rua, quando foi abordado por homem armado com facão. Cadeira de rodas roubada era doada e custa R$ 8 mil

assalto_em_roraima

Foto: Arquivo pessoal

O deficiente físico Dirceu da Costa Nascimento, 32 anos, viveu momentos de pânico na última sexta-feira (18). Durante um assalto na periferia de Boa Vista em Roraima, ele, além de ser agredido, teve a cadeira de rodas roubada. Até o momento, o suspeito e o equipamento não foram encontrados.

A vítima voltava de um encontro de amigos quando foi surpreendido por um homem que disse ter sido assaltado por uma mulher, que teria roubado a bicicleta dele. "Ele me perguntou se eu tinha visto uma mulher de vestido em uma bicicleta azul. Contou que teve a bicicleta roubada por ela e que morava longe, no bairro Centenário, e que não conseguiria ir a pé para a casa dele", relembrou Dirceu, em entrevista ao G1.

Minutos depois, o suspeito ordenou que Dirceu entrasse em uma rua paralela à avenida em que ele estava. "Lá, ele me levou para um terreno baldio e me mandou entregar celular e bolsa. Eu expliquei que não tinha nada, pois tinha deixado tudo em casa, e ele me agrediu, mexeu na cadeira para ver se encontrava algum bem e me agrediu".

Homem ainda tentou lutar

Inconformado por não ter encontrado pertences valiosos do deficiente físico, o bandido afirmou que levaria a cadeira de rodas. Após uma luta corporal entre o suspeito e a vítima, o criminoso conseguiu levar o equipamento e empurrou Dirceu para os fundos do terreno e fugiu.

"Eu me arrastei até a rua, fiquei pedindo socorro e um jovem venezuelano me ajudou. Ele chamou amigos meus que estavam em um posto de gasolina, pegamos um táxi e ainda procuramos pelo ladrão. Foi um desrespeito dele roubar minha cadeira. Eu preciso dela para me locomover".

Comentários

Outras notícias