20/08/2016 às 10h51m - Atualizado em 20/08/2016 às 11h49m

Pernambucanos ficam fora do pódio nas Olimpíadas Rio 2016

Apesar do maior número atletas até então em olimpíadas, nenhum pernambucano conseguiu ganhar medalha.

Yane Marques

Surpresa do Brasil na Olimpíada de Londres 2012, quando conquistou a medalha de bronze do pentatlo moderno mesmo sem ser uma das favoritas, Yane Marques não conseguiu passar nem perto do bom resultado obtido quatro anos atrás, na edição deste ano, no Rio de Janeiro. Depois de um começo ruim na esgrima, na última quinta-feira, ela teve resultados irregulares no segundo dia de provas e acabou ficando na 23ª colocação.

Etiene Medeiros

A nadadora Etiene Medeiros disputou quatro provas nos Jogos Olímpicos Rio 2016. 100m livre, 50m livre, 100m costas, Revezamento 4 x 100m livre. Nos 100m costas cravou o tempo de 1:01,70, ficando na 25º posição onde apenas 16 atletas avançaram para as semis no estádio aquático olímpico. Já nos 50m livre em 8º lugar com o tempo de 24,69 segundos. Foi eliminada na 1ª semifinal dos 100m livre, ficou em oitavo lugar obteve o tempo de 54,59 segundos.

Wagner Domingos

O Montanha, foi eliminado da decisão do lançamento do martelo após as três primeiras tentativas. Ele lançou para 72,28 m, e ficou em 12°, na última posição. Somente os oito melhores continuam lançando.

Além de Yane Marques, Etiene Medeiros e Wagner Domingos, outros 13 atletas do estado defenderam o Brasil. Keila Costa, Érica Sena, Cisiane Dutra, Joanna Maranhão, Etiene Medeiros, Felipe Nascimento, Teliana Pereira, Cláudia Teles, Amanda Araújo, Samira Rocha, Jaqueline, Dani Lins, Bárbara e Stéphane Verhlé-Smith, a delegação tem o dobro de representantes das Olímpiadas de Pequim em 2008, o maior número até então.

Comentários

Outras notícias