Black Friday Ubannet

17/08/2017 às 07h44m - Atualizado em 17/08/2017 às 10h20m

Secretaria de Defesa Social de Pernambuco divulga números dos casos de violência registrados em Timbaúba até 31 de julho

Quantidades de Estupro, Crime contra o Patrimônio, Violência contra a Mulher e Crimes Violentos Letais Intencionais foram divulgados pela SDS-PE. julho foi o mês com menos homicídios.

timbauba

Deixe seu comentário no final da matéria

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco divulgou nesta terça-feira (15) os números dos casos de violência registrados pela 46ª Delegacia de Polícia de Timbaúba. Vale ressaltar, que essas ocorrências divulgadas foram registradas até o dia 31 de julho de 2017. Portanto, as ocorrências do dia 1º de agosto até a data corrente não foram computadas.

Outras informações sobre Timbaúba clique no link: https://goo.gl/eFVsEf

Segundo a SDS-PE, foram registrados nove casos de estupro no município de Timbaúba até 31 de julho. Fevereiro e março foram os meses com mais ocorrências, três. Em relação a violência contra a mulher, a DEPOL local já registrou 97 casos. Em janeiro e março (conhecido por mês internacional da mulher) foram os meses com mais casos registrados, 19.

O Crime contra o Patrimônio é o que está mais preocupando a população de Timbaúba. Esse tipo de crime consiste em roubo, extorsão mediante sequestro e roubo com restrição da liberdade da vítima, exceto o roubo seguido de morte (latrocínio). Até o 31 de julho foram registrados na delegacia 318 casos. Vítimas que tiveram veículos, aparelhos celulares, dinheiros, estabelecimentos comerciais, roubados, por exemplo, e prestaram queixa. 61 ocorrências foram registradas no mês de junho.

No quesito Crimes Violentos Letais Intencionais (homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte) os números caíram no mês de julho. Ao todo, foram registrados 30 homicídios até o dia 31 de julho de 2017. Mês passado, uma pessoa foi assassinada, muito abaixo do período mais violento que foi maio com oito homicídios.

Da redação do Timbaúba Agora

*Fonte: SDS-PE

Comentários

Outras notícias