Black Friday Ubannet

15/08/2017 às 09h34m

Secretaria de Habitação entregará cerca de duas mil casas no Estado nos próximos 90 dias

O anúncio foi feito pelo secretário Kaio Maniçoba, nesta segunda, em cerimônia que marcou retomada de obras no município de Água Preta, na Mata Sul.

kaio_manicoba
 
"Nos próximos 90 dias, entregaremos cerca de duas mil casas no Estado". Foi o que garantiu em seu discurso o secretário estadual de Habitação, Kaio Maniçoba, em cerimônia realizada pelo Ministério das Cidades, esta segunda (14/08), que assegurou a reforma de 252 unidades habitacionais na Mata Sul. A retomada das obras no município de Água Preta é a primeira de  uma série que será anunciada pela pasta em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Ministério das Cidades.
 
Os conjuntos habitacionais Barra D´Ouro I e II foram concebidos pela Caixa Econômica Federal (CEF) durante a Operação Reconstrução, em 2010, com objetivo de atender a população prejudicada pela cheia que atingiu a Mata Sul naquele ano.  O empreendimento, que contou com o investimento de R$ 60 milhões do Governo do Estado, tem 2.159 unidades que foram entregues em 2015, mas 252 unidades foram invadidas e depredadas. “O Governo do Estado tem feito investimentos gigantescos na Mata Sul. O olhar do governador Paulo Câmara tem se voltado para a necessidade habitacional do Estado e a gente tem tirado essa missão do papel, recolocando essas casas para serem construídas ou para serem retomadas em todas as cidades da região e de todo o Estado”, afirmou o secretário. A obra de reforma dessas unidades tem previsão de ser finalizada no primeiro semestre de 2018. 
 
Dentre o montante investido no Estado, foram realizadas desapropriações e serviços de infraestrutura e terraplanagem, necessários para a implantação das moradias que já beneficiaram mais de 8 mil pernambucanos da região.  A reintegração de posse das moradias invadidas aconteceu em 2016, ano em que a CEF iniciou os trâmites para a retomada do contrato. O valor correspondente a essas unidades e os serviços realizados na área para a construção das moradias é de cerca de R$ 7,3 milhões.
 
O ministro das Cidades, Bruno Araújo, lembrou que as casas devem ser entregues aos beneficiários do Minha Casa Minha Vida e anunciou a suplementação de R$ 5,25 milhões em recursos para a retomada de obras das unidades que foram depredadas. 
 
MAIS NÚMEROS – O Governo de Pernambuco, em parceria com o Governo Federal, entregou, desde 2010, somente na Zona da Mata Sul, 3.935 moradias e 1.573 unidades habitacionais estão em construção na região. Além de Água Preta, outros 14 municípios da Mata Sul receberam investimentos do Estado no âmbito da moradia popular. 

Comentários

Outras notícias